Notícias

13/07/2020 - Outros

Você sabia que é possível avaliar a qualidade do solo com saquinhos de chá?


Cientistas da Embrapa Pecuária Sudeste em parceria com o Departamento de Ciências Ambientais da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) estão enterrando saquinhos de chá com conteúdo orgânico padronizado para estudar a qualidade do solo em sistemas produtivos. Essa nova metodologia chamada de Tea Bag Index (TBI) permite acompanhar os processos de decomposição da matéria orgânica contida em cada saquinho de chá e comparar as diferentes amostragens do solo para propor soluções e tecnologias que reduzam os impactos das mudanças climáticas.

O estudo aponta que, quando há uma alta taxa de decomposição, indica forte presença de microrganismos e boa qualidade de solo. O professor da UFSCar Marcel Tanaka, explica “em geral, quanto mais o solo decompõe matéria orgânica, mais qualidade ele tem. É sinal de que a comunidade microbiana está funcionando”.

A técnica começou com a avaliação em áreas de recuperação de vegetação nativa, mas em 2019, o pesquisador da Embrapa Alberto Bernardi, passou aplicar o estudo em áreas de sistemas integrados, praticados simultaneamente com a pecuária, plantio da lavoura e de florestas, chamada de ILPF (integração lavoura-pecuária-floresta). O pesquisador fez um experimento com 400 saquinhos, enterrando em uma profundidade de 8 centímetros em áreas de criação de gado, plantio de lavoura e eucalipto.

“Partimos do pressuposto que o sistema ILPF altera o solo. A expectativa é que aumentem a decomposição e as atividades orgânicas e que o solo passe a reter mais carbono”, disse Bernardi. Ele estima que a integração estaria contribuindo para equilibrar emissão de gases de efeito estufa pela pecuária.

O estudo da Embrapa é financiado pela Rede ILPF, com objetivo de acelerar o uso de novas tecnologias por produtores rurais.

Características do chá
O chá utilizado nos experimentos é padronizado, já que para a realização do estudo, é necessário que os materiais orgânicos em cada saquinho de chá possuam os mesmos parâmetros. Pelas 20 caixas adquiridas, o projeto pagou cerca de 90 euros (aproximadamente  R$ 540).

Fonte: Canal Rural




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.