Notícias

18/04/2019 - Soja

Venda de soja aquece mercado no Brasil


Segundo apurou a pesquisa diária do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, da USP), os preços da soja no mercado físico brasileiro fecharam ontem (17.04) com preços médios da soja subindo 0,17%, para a média de R$ 76,99/saca nos portos do Sul. Nas cidades do interior dos estados do Sul subiu 0,54%, para R$ 72,00/saca. 

“Isso no mercado de lotes, porque os preços de balcão são bem menores. Mesmo com estas altas, o acumulado do mês ainda é negativo em 0,93% nos portos e 0,75% no interior do país”, aponta o analista Luiz Fernando Pacheco, da T&F Consultoria Agroeconômica. De acordo com ele, os agricultores brasileiros fizeram bem em aproveitar as ofertas das tradings e vender mais um pouco, e isso fez com que os preços subissem ligeiramente ontem.

CLIMA
Os mapas climáticos atualizados, de acordo com a T&F Consultoria Agroeconômica, trazem a permanência de um padrão seco sobre toda a região do Centro do Brasil, nestes próximos 5 dias: “Os estados de São Paulo, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e partes de Goiás enfrentam de 5-6 dias de estiagens, pelo menos. Uma correte de ar frio que atravessa a Zona Amazônica empurra umidade através do Norte do país, que poderá oferecer precipitações entre 5-15mm para partes de Goiás e Mato Grosso do Sul, na última semana de abril”. 

“Entretanto, os demais estados sob seca, deve permanecer neste cenário. No Sul do Brasil, índices pluviométricos entre 20-50mm regam as regiões semeadas com culturas de segunda safra e a soja tardia no Rio Grande do Sul. Além do mais, o mesmo padrão ‘chuvoso’ é projetado para todo o Paraguai e o Norte da Argentina. De maneira geral, o único ponto de preocupação no momento são as estiagens no Mato Grosso do Sul”, concluem os analistas da ARC Mercosul.

Por Leonardo Gottems
Fonte: Agrolink




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.