Notícias

15/10/2019 - Tecnologia

Tecnologia no campo traz resultados positivos a produtores rurais em MT


Com a crescente demanda da população mundial por alimento, fibras e energia, as fazendas tiveram de se adaptar e ampliar suas escalas de produção. Para impulsionar a produção, a tecnologia surge como aliada dos agricultores nas lavouras de Mato Grosso.

Frente a milhares de hectares a serem manejados, na maioria dos casos, os agricultores mato-grossenses utilizam diagnósticos mais simples e recomendações únicas para a fazenda toda.

É evidente que as mudanças trouxeram muito mais facilidade para o empreendedor rural. Economizando custos, hoje, ele é capaz de produzir com qualidade e eficiência, garantindo uma produção sem desperdícios.

Conforme Otávio Celidonio, superintendente do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT), a adesão à tecnologia em Mato Grosso tem ganhado cada vez mais adeptos.

“Existe um nível de adoção por parte dos produtores. Quando falamos de agricultura, de soja, milho, algodão, dessas grandes culturas, praticamente todos os produtores já têm embarcado nas máquinas de tecnologias digitais, que são capazes de fazer mapeamento das áreas, mapas de plantio, de colheita, mapas de pulverização”, diz.

Um ponto interessante é que essas ferramentas não se referem à estimativa de cenários futuristas, ou seja, sobre mudanças de processos que estarão entre nós nas próximas décadas. Todas as tecnologias citadas já são utilizadas pelos agricultores.

“Existem tecnologias que estão mais ao alcance dos produtores, como por exemplo de monitoramento climático através de estações meteorológicas. Existe um mundo de tecnologia que está sendo criado e que é gigantesco”, diz Celidonio.

As tecnologias mais acessíveis, segundo ele, são utilizadas para o monitoramento de pragas e gerar mapas para análises posteriores.

Segundo ele, com essa revolução tecnológica, com produtores com capacidade de processamento, com o conhecimento cada vez mais aberto, há neste momento uma oportunidade de ter uma pesquisa de desenvolvimento aberta.

Por Flávia Borges
Fonte: G1 MT




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.