Notícias

07/11/2018 - Pecuária

Suplementação eleva custo da pecuária em MT


Na última semana, o Instituto Mato Grossense de Economia Agropecuária (Imea) divulgou o relatório de custos de produção da bovinocultura de corte do Estado no terceiro trimestre de 2018. Dentre todos os sistemas de produção, o que apresentou maior variação no custo operacional foi a cria, que partiu de R$ 112,26/@ no 2º trimestre de 2018 para R$ 113,43/@ no último trimestre, avançando 1,04% no período.

Em seu boletim semanal, o Imea destaca que essa alta no custo foi puxada, principalmente pelo aumento nos gastos com suplementação, que subiram 3,8% no período, com destaque para o sal mineral e o proteinado.

“Nesse mesmo período, o criador viu sua principal fonte de receita reduzir de preço. O bezerro desmama desvalorizou 3% entre o 2º e o 3º trimestre de 2018, afetando a rentabilidade do criador”, destacou a publicação. “Ainda assim, vale a ressalva de que o ciclo pecuário está atuando, e os próximos anos podem ser marcados por uma “virada” na oferta de bezerros”, concluiu.

Além da cria, o ciclo completo também registrou alta no custo operacional. Os dados indicaram que, para produzir uma @, o produtor teve que investir R$ 115,68, valor 0,66% mais alto do que o observado no 2º Trimestre. Novamente, a suplementação foi o item que mais impactou na variação.

Fonte: Imea/Portal DBO




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.