Notícias

20/08/2018 - Pecuária

Suinocultura paulista estima prejuízo de R$ 8 milhões ao mês


O mercado de suínos no estado de São Paulo, ao longo da semana, registrou melhora, de acordo com a Associação Paulista dos Criadores de Suínos (APCS). Ainda assim, a entidade estima que a suinocultura no estado esteja perdendo em torno de R$ 7,95 milhões ao mês devido ao aumento de custos.

Segundo pesquisas realizadas pela APCS, houve melhora no cenário na região de Campinas, onde o animal abatido (carcaças) é vendo até R$ 6,05/quilo. Esse valor para o suinocultor representa, na melhor das hipóteses, para o suíno vivo, em R$ 75,75/@ = R$ 4,04/Kg, e, na pior das condições, em R$ 69,75/@ = R$ 3,72/Kg. Os parâmetros são utilizados com base carcaça versus suíno.

Já o custo de produção segue bastante elevado, aponta a APCS. Na região de Campinas/SP, o custo por arroba está variando entre R$ 78,00 a R$ 80,00/@. Isso sinaliza que o suinocultor, com os preços praticados entre R$ 68,00 a R$ 69,00/@, está tendo um prejuízo que atinge no momento cerca de R$ 10,00/@, o que representa em média R$ 50,00 por animal abatido.

De acordo com levantamento da APCS, o estado de São Paulo abate cerca de 1,9 milhões de cabeças de suínos por ano, ou 159 mil suínos ao mês. Desta forma o setor perde R$ 7.950.000,00/mês.

Insumos

O farelo de soja está cotado em torno de R$ 1.450,00/tonelada, nas condições posto granja com prazo de sete dias, afirma a entidade. Utilizando o crédito de ICMS, o valor final fica em R$ 1.328,00/ton/granja. A equivalência no momento é de 1 para 2,52, ou seja, um quilo de suíno vivo compra 2,52 quilos de farelo de soja. O ideal seria de pelo menos 4,5.

O milho cotado no momento entre R$ 40,00 a R$ 41,00/saca de 60 quilos. Com as cotações atuais a relação é de 1 para 5,41, neste caso, um quilo de suíno compra 5,41 quilos de milho. O ideal é de pelo menos 7,5. Para a APCS, quando se olha para um ano atrás, o suíno vivo estava cotado entre R$ 80,00 e R$ 82,00/@; enquanto suíno abatido (carcaça), entre R$ 6,50 e R$ 6,70/kg. O boi em R$ 133,20/@, hoje em R$ 144,00/@. O câmbio era de 3,17, hoje 3,90. Nesse caso, verifica-se uma perda acentuada por parte do suinocultor, já que inúmeros ingredientes para a ração estão dolarizados, conclui a entidade.

Fonte: Suinocultura Industrial / Agrolink




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.