Notícias

17/07/2018 - Mercado

Startup cria pesticida natural feito de pimenta


A startup mexicana Applied Biotech desenvolveu um pesticida natural a partir de moléculas capsaicinoides, que são responsáveis por dar calor às pimentas. Além disso, a empresa pretende usar essa tecnologia no desenvolvimento de sprays de pimenta, cremes, revestimentos de cabos e pintura marinha. 

De acordo com Alejandro Torres, um dos pesquisadores responsáveis pela criação, o principal objetivo da pesquisa é substituir os defensivos químicos que podem ser prejudiciais ao meio ambiente por soluções mais naturais e acessíveis ao produtor. Ele explica que muitos animais, insetos, fungos e até mesmo bactérias não toleram grandes quantidades de pimenta, o que poderia facilitar a popularização do seu pesticida. 

“Eu venho de Cuernavaca, uma parte do México chamada de eterna primavera. Há muita vida selvagem lá, é linda. Às vezes, roedores ou outros animais rastejam em um carro em busca de abrigo, onde eles mordem os cabos para que o carro não funcione mais. Você pode resolver isso com veneno, mas por que você deveria fazer dessa maneira? Você também pode resolvê-lo sem danificar a natureza”, comenta. 

Nesse cenário, Torres afirma que o novo método da empresa pode ajudar no combate a fome, já que os agricultores poderão deixar de produzir pimentas para uso industrial e iniciar a produção de alimentos. Desta forma, o equilíbrio natural do solo é mantido e menos pesticidas químicos são utilizados para controlar as pragas. 

“A terra onde as pimentas estão crescendo agora para o uso industrial pode ser usada de maneira diferente através de nossa biotecnologia. Para um kg de nosso produto, você precisaria de cinco toneladas de pimentas Jalapeno, que são cerca de 30 campos de futebol de terras agrícolas”, finaliza. 

Por Leonardo Gottems
Fonte: Agrolink




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.