Notícias

24/01/2019 - Tecnologia

Solo fértil para a inovação


O tradicional e bilionário mercado de fertilizantes está mudando. Onde antes imperavam sozinhas multinacionais como a norueguesa Yara Internacional e a americana Mosaic – além de brasileiras como a Fertipar, do Paraná, e a Heringer, de Minas Gerais –, estão cada vez mais em evidência empresas de pequeno e médio porte, caso das paranaenses Superbac e Redi, e das mineiras Yoorin e Geociclo. O motivo? Uma onda de inovação de fórmulas em nutrição vegetal, desenvolvidas por essas empresas, passou a atrair o produtor. 

Nessa competição com as formulações sintéticas, entram os chamados fertilizantes biotecnológicos, organominerais, orgânicos e biológicos. “Somos classificados como fertilizantes especiais, mas estamos na briga por espaço na agricultura de grande escala”, afirma o administrador de empresas Luiz Chacon, 43 anos, CEO e fundador da Superbac. “A nossa tecnologia pode competir por igual com a das grandes.” O executivo está atrás de uma fatia dos R$ 29 bilhões movimentados pelo setor de fertilizantes no ano passado, segundo a Associação Brasileira da Indústria Química (Abiquim).

A oportunidade é grandiosa para um setor formado prioritariamente por formulações importadas. Dos 34,4 milhões de toneladas vendidos ao produtor rural no ano passado, 76,5% vieram de fora do País, segundo a Associação Nacional para Difusão de Adubos (Anda). Com sede em Mandaguari (PR) e especializada em biotecnologia, a Superbac atende, além do agronegócio, os setores de higiene, saneamento e óleo e gás. “O agronegócio é o carro-chefe da companhia.” O campo responde por 80% do faturamento da empresa. No ano passado, a receita foi de R$ 286,2 milhões. Este ano, a expectativa é faturar R$ 450 milhões e, em 2019, a projeção é chegar a R$ 740 milhões.

Por Fábio Moitinho
Fonte: Dinheiro Rural - veja reportagem completa: http://tempuri.org/tempuri.html




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.