Notícias

21/01/2019 - Soja

Soja: Veja o que pode mexer com a cotação nesta semana


O mercado de soja mantém as atenções centralizadas nos novos capítulos da guerra comercial entre Estados Unidos e China. Paralelamente, também chamam atenção questões envolvendo a paralisação do governo norte-americano, os sinais de demanda pela soja dos EUA e o desenvolvimento da safra da América do Sul.

Acompanhe abaixo os fatos que deverão estar no foco do mercado de soja nesta semana. As dicas são do analista Luiz Fernando Roque, da consultoria Safras & Mercado.
  • Novidades relacionadas à guerra comercial voltaram a trazer certo fôlego para Chicago. Os rumores que indicam uma evolução nas conversas entre americanos e chineses rumo a um acordo, com notícias de possíveis propostas de ambos os lados, renovando o otimismo do mercado como um todo.
  • A sugestão do secretário do Tesouro dos EUA de suspender as tarifas norte-americanas enquanto durarem as negociações e a proposta chinesa de elevação das compras de produtos norte-americanos até 2024 afetaram positivamente as cotações, levando os contratos em Chicago a recuperar o patamar de US$ 9 por bushel na posição spot.
  • As próximas semanas serão decisivas para as negociações entre EUA e China, com uma nova reunião marcada para o final do mês de janeiro em solo americano.
  • Apesar do otimismo, o mercado precisa de indicações contundentes de que a China voltou ou voltará a comprar soja dos EUA nos próximos dias, o que pode não estar sendo anunciado oficialmente devido à paralisação do governo norte-americano. É fundamental que os chineses voltem às compras para o escoamento dos grandes estoques americanos da oleaginosa.
  • No lado da oferta, a safra sul-americana continua no radar, com as atenções redobradas. O início da colheita no Brasil deve começar a esclarecer o tamanho real das perdas produtivas em alguns estados, enquanto o clima ainda é peça-chave para o desenvolvimento das lavouras daqui e da Argentina.
  • O excesso de umidade já parece estar trazendo problemas para algumas províncias produtoras da Argentina, mas ainda é cedo para definições.
Fonte: Projeto Soja Brasil - http://tempuri.org/tempuri.html




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.