Notícias

08/05/2018 - Soja

Soja: terça terá chuvas pontuais em alguns estados


Segundo a meteorologia as precipitações perderam força na maioria dos estados, exceto no Norte e Nordeste do país.

A Terça-feira começa com tempo firme nas áreas centrais do país, com predomínio de céu aberto e ventos calmos. Por conta dessas condições as temperaturas caíram rapidamente e a sensação é de um leve frio. Na faixa litorânea do sul e sudeste tem muita nebulosidade e a chuva começou já nesta madrugada, alimentada pelos ventos úmidos que sopram do oceano. Nuvens carregadas que atingem a Argentina e Uruguai avançam em direção ao Rio Grande do Sul, deixando o tempo instável nas proximidades da fronteira. Por fim, nuvens carregadas se espalham nas áreas entre o Norte e Nordeste do país, especialmente no litoral norte do nordeste, com chuvas intensas no decorrer das horas.

SUL

Nesta terça-feira as instabilidades seguem bastante localizadas no sul do país, especialmente no Rio Grande do Sul. As instabilidades se espalham em áreas do oeste, centro e sul do estado, porém o risco para chuva mais forte será na fronteira oeste, com potencial para queda de granizo. A circulação dos ventos no oceano, mantém o tempo instável na faixa leste do Paraná e litoral norte catarinense.

Nas demais áreas gaúchas, de Santa Catarina e do Paraná, o tempo firme predomina, por conta da atuação de uma massa de ar seco que mantém o tempo aberto ao longo do dia. No início da manhã, a temperatura será um pouco mais baixa entre as serras gaúcha e catarinense. Durante a tarde destaque para o calor que persiste no oeste da região Sul, as demais áreas seguem com temperaturas mais amenas.

Nesta quarta, dia 9, os ventos que sopram a mais de 10 km de altitude, mais os ventos do litoral, favorecem as instabilidades no Rio Grande do Sul ao longo do dia, porém a chuva fica mais localizada nas áreas do oeste, sul, centro e leste do estado. O risco para chuva mais significativa será no oeste gaúcho, com potencial para temporais. Mais uma vez a costa do Paraná e o litoral norte de Santa Catarina terão pancadas de chuva no final do dia, de forma fraca e isolada devido a umidade que vem do oceano. Nas demais áreas da região, o dia será de predomínio de sol entre poucas nuvens. A sensação é de frio pela manhã nas serras dos três estados do Sul, durante a tarde o padrão de temperaturas mais amenas na maior parte da região e calor na faixa oeste continua.

SUDESTE

O tempo instável continua em áreas do norte paulista e do Triângulo Mineiro nesta terça-feira. A umidade do oceano, que é trazida pelos ventos que sopram do mar contra a costa, ganha um pouco mais de força e a chuva chega em pontos isolados na capital paulista. Também chove no Rio de Janeiro, Espírito Santo e leste de Minas Gerais. Nas demais áreas do interior da Região, a atuação de uma massa de ar seco mantém o tempo aberto ao longo do dia. As temperaturas de modo geral, apresentam uma leva queda em relação aos dias anteriores, mas a sensação de frio continua apenas pela manhã.

A massa de ar seco segue atuando na maior parte da Região, por isso o predomínio é de sol entre poucas nuvens em grande parte de São Paulo e Minas Gerais nesta quarta-feira. Os ventos úmidos que sopram do mar contra a costa provocam chuvas localizadas e de baixo acumulado entre o leste mineiro, Espírito Santo, e norte do Rio de Janeiro. A temperatura apresenta mais uma vez uma leve queda com relação ao dia anterior.

CENTRO-OESTE

Na terça-feira ainda não há chuva significativa prevista para o Centro Oeste. Mais uma vez a chuva pode ocorrer de forma muito pontual entre o oeste e sul do estado de Mato Grosso e municípios do norte do Mato Grosso do Sul e sul do estado de Goiás. A soma do calor ao tempo seco na maior parte do dia deixa a umidade do ar abaixo do ideal para a saúde humana em áreas entre Porto Murtinho (MS) e Pontes e Lacerda (MT).

Na quarta-feira o tempo seco favorece queda na umidade do ar inclusive nas capitais Campo Grande e Cuiabá. A chuva prevista novamente é pouco expressiva e ocorre de forma muito isolada em áreas do oeste e sul do Mato Grosso, e nos municípios do oeste do Mato Grosso do Sul e Goiás. O predomínio de sol mantém as temperaturas bastante elevadas no período da tarde.

NORDESTE

Nesta terça-feira, a zona de convergência intertropical provoca chuva mais intensa entre o estado do Maranhão e o Ceará, e há risco para transtornos localizados, principalmente em rodovias, devido ao excesso de umidade no solo. No leste da Região, a chuva segue contínua, devido a umidade que sopra do oceano, em forma de pancadas isoladas intercaladas com períodos de melhoria. Apenas no interior da Bahia e nos municípios do sul do Maranhão e Piauí, o dia será ensolarado.

Na quarta-feira a chuva ganha mais força sobre a costa leste nordestina. Há possibilidade para chuva bastante volumosa em João Pessoa e Recife, as instabilidades favorecidas pelos ventos úmidos do oceano e ventos no alto da atmosfera é que serão os responsáveis por causar essas chuvas. Além disso, ao norte do Nordeste a chuva também não dá trégua, e a chuva é persistente desde o Maranhão até o Rio Grande do Norte.

NORTE

A chuva avança pelo sul do Pará e norte do Tocantins na terça-feira, sem um acumulado expressivo. Entre o Acre e Amapá, a chuva forte não dá trégua, o que pode causar transtornos nas rodovias dos estados. Já na metade sul de Tocantins, o dia será marcado por tempo seco e baixa umidade do ar.

Quarta-feira de tempo bastante instável e com chuva volumosa sobre o noroeste do Pará, norte do Amazonas, Roraima e Amapá. Já a maior parte do Tocantins fica com tempo seco.

Fonte: Canal Rural




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.