Notícias

31/07/2018 - Soja

Soja segue em alta na Bolsa de Chicago nesta 3ª feira e acompanha clima e demanda nos EUA


Segue a alta dos preços da soja na Bolsa de Chicago no pregão desta terça-feira (31). Os futuros da commodity, por volta de 8h30 (horário de Brasília), subiam entre 6 e 7 pontos, com o novembro/18 valendo US$ 8,97 por bushel. O janeiro/19 já batia em US$ 9,07. 

O mercado internacional dá continuidade aos ganhos registrados na primeira sessão da semana e do movimento iniciado no final da última semana, de olho em uma melhor demanda pela oleaginosa norte-americana, do bom momento dos preços do trigo - que hoje realizam lucros após fortes altas - e de condições de clima nos EUA que começam a preocupar no Meio-Oeste americano. 

"O cenário climático para o Centro dos Estados Unidos não se mostra extremamente confortável para o produtor. Neste último fim de semana, as previsões decepcionaram o sojicultor de Illinois e Missouri. Até a sexta-feira, 27, precipitações eram projetadas para cobrir as principais regiões do centro-sul do Cinturão. No entanto, tais chuvas não foram confirmadas", informam os analistas da consultoria AgResource Mercosul (ARC).

E para os próximos dias, as chuvas também deverão continuar mais escassas em partes dos estados de  Iowa, Wisconsin e Minnesota e, no período dos próximos 10 dias, trazem índices pluviométricos abaixo da média para a grande maioria do Centro-Oeste norte-americano, ainda segundo as informações da ARC. 

No entanto, a revisão para cima do índice de lavouras de soja e milho em boas ou excelentes condições nos EUA pelo USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) que vinha sendo esperada pelo mercado ontem nao veio. O relatório semanal de acompanhamento de safras trazido pela instituição mostrou que há ainda 70% dos campos de soja em boas ou excelentes condições no país, mesmo número da semana anterior. 

São ainda 22% das lavouras em situação regular e 8% delas em condições ruins ou muito ruins. 

Ainda sobre a soja, o USDA informou que 86% das lavouras estão em fase de florescimento, contra 78% da semana anterior, 80% do mesmo período do ano passado e 77% de média dos últimos cinco anos. 

Há também 60% das lavouras na fase de formação de vagens, enquanto eram 44% na semana anterior, 45% no ano passado e 41% na média. 

Por Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.