Notícias

27/04/2020 - Clima

Soja: previsão do tempo indica chuvas para o Sul e tempo seco no Centro-Oeste


A semana começa diferente da anterior. Desta vez há uma previsão de chuvas para a região Sul, mesmo que pontual e com baixos acumulados, deve chover no extremo sudoeste e sudeste do Rio Grande do Sul. No Centro-Oeste as chuvas darão uma trégua hoje (27/4), mas na terça-feira retornam. Veja a previsão para o restante do país. As informações e mapas meteorológicos são da Somar Meteorologia e do Inmet.

SUL
A semana começa seca para boa parte das áreas agrícolas do Sul do país. A exceção acontece no extremo sudoeste do Rio Grande do Sul, bem na ponta do estado, próximo a Quaraí, com no máximo 2 mm.

Na terça-feira, as chuvas mudam de ponta e agora afetam o extremo sudeste do Rio Grande do Sul. Em Bagé são esperados 3 mm acumulados. O restante da região terá tempo seco.

SUDESTE
Na terça-feira a tendência não muda e tanto São Paulo, quanto Minas Gerais terão tempo firme e seco.

CENTRO-OESTE
Hoje, uma massa de ar mais seco toma conta de praticamente todo o Centro-Oeste do Brasil e garante tempo firme, com maior amplitude térmica. A única exceção vai para o extremo norte de Mato Grosso e de Goiás, que ainda prossegue com chuvas isoladas e com baixo volume acumulado. Chega a fazer mais frio pela manhã, mas a temperatura sobe rapidamente. Atenção ao calor no período da tarde, especialmente na área Pantaneira, bem como declínio da umidade relativa do ar nas horas mais quentes do dia entre Mato Grosso do Sul, Goiás e Distrito Federal.

Na terça-feira, a formação de uma área de instabilidade conhecida por Vórtice Ciclônico de Níveis Médios aumenta a quantidade de nuvens e provoca chuva em parte do norte do Mato Grosso. As demais áreas do Centro-Oeste seguem com tempo firme, a partir de uma massa de ar seco que inibe a formação de nuvens carregadas. Atenção aos baixos índices de umidade relativa do ar nas horas mais quentes do dia.

NORDESTE
A semana começa com algumas garoas atingindo a parte oeste da Bahia, onde estão as maiores áreas de produção. Em Barreiras os acumulados não passam dos 2 mm. No Piauí, as chuvas se concentram na parte norte do estado e prometem ser volumosas para alguns municípios, como Piripiri, que deve receber até 50 mm ao longo do dia. No Maranhão as chuvas também ficam restritas a parte norte do estado, mas com volumes menores. Em Chapadinha são esperados no máximo 10 mm acumulados.

Na terça-feira o tempo volta a ficar seco nas áreas de soja da Bahia. As chuvas que antes se concentravam apenas na parte norte, perdem um pouco de intensidade e agora afetam desde o centro do Piauí até o norte. Em Luzilândia (PI) os acumulados serão de 6 mm. Na terça-feira as chuvas se espalham pelo Maranhão e somente o extremo sul do estado ficará seco. Estreito deve registrar os maiores acumulados no dia, com até 12 mm.

NORTE
Na segunda-feira, ventos em altitude e a presença da Zona de Convergência Intertropical continuam a manter as instabilidades sobre a região Norte do país. Tem previsão de chuva generalizada e volumosa sobre o Acre, norte de Rondônia, Amazonas, sul de Roraima, Amapá, Pará e norte do Tocantins. Prossegue a condição de chuva forte em Belém, com potencial para transtornos. Dessa vez, também tem previsão de pancadas de chuva sobre o sul do Tocantins, mas de forma isolada.

Na terça-feira, atenção com a chuva forte e generalizada sobre o Amapá e a região entre Belém e Ilha de Marajó, por causa de instabilidades formadas em níveis mais altos da troposfera. Além disso, chove forte entre o Acre e divisa com o Amazonas, com elevados acumulados. No Tocantins, pouca chance de chuva. No mais, ocorrem pancadas isoladas.

Por Daniel Popov
Fonte: Canal Rural




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.