Notícias

05/09/2019 - Soja

Soja: preço de exportação cai, mas sobe no doméstico


A forte queda do dólar arrastou o preço de exportação para baixo, mas no mercado doméstico, o preço subiu. Foi isso que informou o especialista Luiz Fernando Pacheco, que é analista da T&F Consultoria Agroecônomica, analisando dados do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). 

“A fortíssima queda de 1,78% do dólar nesta quarta-feira, a maior em quase sete meses, suplantou com folga a alta de 0,70% em Chicago. Os prêmios caíram para setembro e permaneceram inalterados para outubro de modo que também não ajudaram. Com isto, os preços que as Tradings puderam oferecer sobre rodas nos portos brasileiros caíram 0,45%, para R$ 87,64/saca, contra R$ 88,04/saca, do dia anterior. Com isto o acumulado no preço de exportação em setembro aumentou a queda para -0,89%, contra -0,54% do dia anterior”, afirma. 

Em relação ao mercado interno, ele explicou que este é regido por fatores diferentes. Então o preço subiu 0,27%, para R$ 82,15/saca contra a queda de 0,35%, para R$ 81,93/saca, do dia anterior. Apesar desta alta, o total acumulado de setembro até o momento é de queda de 0,13%. 

“A China comprou mais 3 cargos de soja na América do Sul, nesta quarta-feira, 2 da Argentina e 1 do Brasil, mas os prêmios continuaram não reagindo. Entre os negócios conhecidos e não conhecidos, a China comprou 14 cargos nesta semana. O mercado de Paper de Paranaguá negociou apenas safra nova, com Abril a +35K e junho/julho +40N. No porto chinês de Dalian os preços finais da soja avançaram para US$ 490,83, contra US$ 486,86 do dia anterior. O farelo também avançou para US$ 423,75/t, contra US$ 421,39 do dia anterior e o óleo de soja avançou muito para US$ 844,70, contra US$ 830,80do dia anterior”, conclui. 

Por Leonardo Gottems
Fonte: Agrolink




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.