Notícias

30/05/2018 - Soja

Soja em alta no Brasil, mesmo sem entregas


As cotações da soja tiveram, na última terça-feira (29/05), um dia de altas no mercado físico brasileiro, apesar da greve dos caminhoneiros. De acordo com os índices do Cepea, apurados junto aos diversos participantes do mercado, em média os preços subiram 0,61% nos portos e 0,45% no interior do País.

Segundo o analista Luiz Fernando Pacheco, da T&F Consultoria Agroeconômica, a alta de 1,64% do Dólar norte-americano foi parcialmente anulada pela queda de 1,06% na Bolsa de Chicago. A isso foi somada a queda dos prêmios nos portos brasileiros, uma vez que não há entregas, ou elas foram atrasadas por pelo menos 10 dias, em função da greve dos caminhoneiros que perdura em diversos pontos do território brasileiro.

Com isto, ressalta o especialista, os preços nos portos subiram 0,61%, elevando pela primeira vez no mês os anhos mensais para 0,33% e os preços no interior subiram 0,45%, reduzindo a perda mensal para 1,11%, segundo a pesquisa diária do Cepea: “O que chama atenção é a continuidade dos preços oferecidos no interior, ao redor de R$ 80,00/saca para esta safra, com pagamento no início de junho e R$ 80,00/saca para a próxima safra, com pagamento no final de maio de 2019”. 

“Os preços da soja para exportação para julho/18 estão liquidando ao redor de R$ 88/saca no porto sobre rodas (FCA) e R$ 90,27/saca para agosto, nas mesmas bases. Isto equivaleria no interior, dependendo da distância, a algo como R$ 80,00 em julho e R$ 82,00 em agosto, permitindo lucros acima de 40% no RS e acima de 50% no PR, o que é ótimo”, conclui Pacheco. 

Por Leonardo Gottems
Fonte: Agrolink




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.