Notícias

16/06/2020 - Soja

Soja devolve ganhos nos EUA por falta de direção


O preço da soja na Bolsa de Cereais de Chicago (CBOT) registrou ontem (15/6) baixa de 2,25 pontos no contrato de Julho/20, fechando em US$ 8,69 por bushel. Os demais vencimentos em destaque da commodity na CBOT fecharam a sessão com desvalorizações entre 2,25 e 3,75 pontos.

“A soja recuou nessa segunda-feira, apesar das novas vendas para a China. A demanda pela nova safra de soja nos Estados Unidos está consolidada, e pode ser maior do que o previsto pelo USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos)”, aponta a T&F Consultoria Agroeconômica.

De acordo com a Consultoria ARC Mercosul, na reabertura da semana o mercado agrícola segue a tendência já estabelecida de se manter “apático”: “Sem novidades para Chicago, os preços internacionais da soja e do milho seguem sem fortes movimentos na expectativa do avanço da safra estadunidense. Até o momento, o Cinturão Agrícola norte-americano permanece com um cenário benéfico e favorável de desenvolvimento, limitando qualquer tentativa de disparar altas na CBOT”. 

“Além do mais, o Dólar no Brasil entrou em valorização contra a moeda local (Real), impulsionado pelo movimento mundial de aversão ao risco especulativo, uma vez que há novas ondas de contágio pelo COVID-19 em localidades que já haviam declarado a reabertura da economia. Enquanto isso, as exportações do milho brasileiro iniciam a aceleração sazonal das vendas para embarque. O total do cereal já vendido para exportação está em 2,14 MTs, sendo 70,1% inferior ao mesmo período observado em 2019. A demanda por cereais no globo está encolhendo com a desaceleração da atividade industrial”, concluem os analistas da ARC Mercosul.

Por Leonardo Gottems
Fonte: Agrolink




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.