--%>

Notícias

08/01/2019 - Soja

Soja: com produtividade abaixo da esperada, colheita avança em Sorriso-MT


Aos poucos a colheita da soja ganha ritmo em Mato Grosso. Com parte dos produtores já iniciando os trabalhos, a expectativa é de que nos próximos dias as atividades sejam intensificadas no campo. Mas à medida em que as colheitadeiras avançam pelas lavouras, muitos agricultores têm se deparado com uma produtividade abaixo do esperado.

De acordo com Tiago Stefanello, presidente do sindicato rural de Sorriso, mesmo em fase inicial já é possível afirmar que há perdas no campo. Segundo ele, há muitas fazendas colhendo cerca de 50 a 55 sacas por hectare, quando o previsto era algo em torno de 60 sacas. Em algumas propriedades, segundo ele, a produtividade sequer chegou às 50 sacas.

Na fazenda do Laércio Lenz, em Sorriso (município que mais produz soja no mundo), o início da colheita trouxe sinal de alerta. Ele colheu 80 dos 2.250 hectares que plantou com soja. Até aqui, a produtividade está aquém do que ele esperava. Alguns talhões produziram 10 sacas a menos que o previsto. A queda é resultado direto de uma estiagem prolongada em dezembro. Foram pelo menos 7 dias sem chuvas na propriedade.

Além do menor rendimento no campo, o agricultor também está preocupado com a rentabilidade da safra. Diferente do que aconteceu durante a compra dos insumos, quando o Dólar chegou a valer mais de R$ 4,00 (o que tornou a aquisição dos produtos ainda mais onerosa), agora a cotação da moeda norte-americana despencou para a casa dos R$ 3,73. E esta desvalorização tende a impactar nos preços do grão, que – aliás – já estão abaixo do que os produtores esperavam.

Assim como Laércio, muitos produtores estão apreensivos com a oscilação cambial. Até o mês de dezembro, os agricultores já tinham vendido 41% da produção prevista no estado, segundo o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea). Ou seja, ainda tem muita soja para ser vendida conforme a colheita avançar. Resta saber se, diante das quebras pontuais já relatadas, a produção que era esperada – em torno de 32,4 milhões de toneladas do grão – será ou não confirmada….e por quanto ela será negociada.

Por: Luiz Patroni

Fonte: Canal rural




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.