Notícias

12/06/2020 - Clima

Soja Brasil: fim de semana terá temporais, geadas e tempo seco com queimadas


O fim de semana deve ser chuvoso para parte da região Sul do país. Algumas regiões podem enfrentar temporais inclusive. Não bastasse isso, as temperaturas entram em declínio e há chance para geadas na serra catarinense e o Rio Grande do Sul. Enquanto isso o Centro-Oeste e parte do Nordeste enfrentam tempo seco e quente, resultando em baixa umidade do ar e queimadas. Confira abaixo a previsão do tempo completa! As informações e mapas meteorológicos são da Somar Meteorologia e do Inmet.

SUL
A trégua das chuvas prevista para acontecer nesta sexta-feira na faixa entre o norte do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e sul do Paraná se confirmou. Mas isso não significa que não há chuvas no Sul do país. Da metade central até o sul do Rio Grande do Sul são esperados verdadeiros temporais nesta sexta, com volumes que podem superar os 100 mm, principalmente ali próximo a Canguçu e Camaquã. Os demais estados terão tempo seco.

Mas essa trégua das chuvas não dura muito e no sábado as instabilidades voltam a atingir os três estados, em uma faixa que vai desde o centro do Rio Grande do Sul, Santa Catarina até quase a metade do Paraná, próximo a Cascavel. Os maiores acumulados devem acontecer em Viamão (RS), com 25 mm, Planalto, com 15 mm e Chapecó com 10 mm.

No domingo as instabilidades se afastam da região Sul quase totalmente, restando apenas uma faixa de instabilidades no nordeste de Santa Catarina e sul do Paraná, com volumes inferiores a 5 mm. Segundo a Somar meteorologia, o destaque no dia será o frio intenso especialmente sobre o Rio Grande do Sul e a Serra catarinense durante a manhã, que promete ser bastante gelada e até com formação de geadas.

SUDESTE
A semana deve terminar com tempo seco para todas as áreas agrícolas da região Sudeste. Nesta sexta-feira tanto São Paulo, quanto Minas Gerais não terão chuvas.

No sábado nada muda e o tempo segue seco nos dois estados.

No Domingo até há previsão de algumas garoas, mas somente no extremo leste de São Paulo. O restante do estado e Minas Gerais seguem com tempo firme.

CENTRO-OESTE
A sexta-feira segue com o tempo firme em todos os estados do Centro-Oeste. Ainda temos a influência de um bloqueio atmosférico que impede o avanço das instabilidades para a Região, e por isso não há condições para chuva. À tarde, temperaturas elevadas e baixos índices de umidade relativa do ar.

No sábado, a atuação de uma massa de ar mais seco garante tempo firme mais uma vez pelo Centro-Oeste. As temperaturas serão mais amenas pela manhã nas áreas de planalto e em Brasília, e gradualmente mais quentes durante a tarde. Atenção redobrada aos baixos índices de umidade relativa do ar nas horas mais quentes do dia e também aos focos de incêndio, que aumentam nesta época do ano. No fim do dia, pode chover em pontos isolados do extremo sul de Mato Grosso do Sul e extremo nordeste de Mato Grosso.

No domingo, o ar seco ainda é destaque no Centro-Oeste do Brasil. Não há previsão de chuva em nenhuma área da região. As temperaturas sobem rapidamente ao longo do dia e podem ficar tão elevadas quanto nos dias anteriores. As máximas ficam acima da média climatológica para junho, principalmente em Goiás, no Distrito Federal e em Mato Grosso. Atenção também para os baixos valores de umidade relativa do ar em todos os estados, com índices que podem ser menores que 30% durante a tarde.

NORDESTE
A semana termina como começou, para o oeste da Bahia, ou seja, a sexta-feira será de tempo firme por lá. O Piauí também não deve registrar chuvas no dia. Já o Maranhão pode ter boas chuvas, com chance até para temporais em alguns municípios em uma faixa que vai desde o Nordeste do estado até quase a parte central.

No sábado nada muda e o tempo segue seco para as áreas agrícolas da Bahia e Piauí. No Maranhão, uma pequena faixa de instabilidades que vai desde Bacabal (18 mm) até Caxias (3 mm) é toda a chuva que o estado receberá.

No domingo o oeste da Bahia segue sem a previsão de receber qualquer garoa. No Piauí algumas garoas podem afetar o extremo norte do estado. Já o Maranhão pode ter chuvas de até 15 mm no norte do estado.

NORTE
Na sexta-feira, o tempo seco continua em áreas do Acre, de Rondônia e do Tocantins. Todos os demais estados seguem com o tempo instável, com chance para chuva a qualquer hora do dia. Os volumes devem ser menores entre o Amapá e Roraima, mas não se descarta deslizamentos, já que o solo está encharcado.

No sábado, volta a chover em Rondônia e no com uma área de instabilidade em níveis médios da troposfera, conhecida por Vórtice Ciclônico. As pancadas também se espalham pelo Acre e sul do Amazonas. No Tocantins e no sul do Pará, tempo firme e quente.

No domingo as instabilidades perdem força em Rondônia, mas a chuva continua espalhada pelo Acre. No Tocantins e no sul do Pará, tempo firme e quente. Em Roraima os volumes acumulados ao longo do dia devem ser elevados e por isso o risco para transtornos continua.

Por Daniel Popov
Fonte: Canal Rural




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.