Notícias

08/01/2020 - Soja

Relação de troca por insumos é favorável e negócios para a soja da safra 2020/21 já começam a fluir


Ontem (7/1), o mercado da soja trabalhou em estabilidade, com destaque apenas para janeiro/20, que finalizou em campo positivo, com contratos sendo negociados a US$ 9,35 (+ 2,25). Os investidores seguem em compasso de espera, ainda avaliando a tensão criada entre EUA e Irã após a morte do comandante Soleimani.

Outro fator que coloca o mercado no aguardo é o acordo comercial entre Estados Unidos e China, que deverá ocorrer na próxima semana. Ainda não se sabe o teor do acordo, mas espera-se que o país asiático volte a comprar grandes quantidades de produtos agrícolas americanos.

A assinatura do acordo deixará o mercado positivista e pode englobar também na compra de milho dos EUA, o que beneficiaria nos preços da commodity. A China pretende adotar a utilização de biodiesel à base de milho no país, o que demandaria da produção americana.

Enquanto isso, o mercado brasileiro já apresenta negociações a futuro da safra 20/21, com negociações sendo realizadas a R$ 90 para entrega em fevereiro de 2021. Essas negociações em janeiro, que não aconteceram no ano passado, demonstra que o produtor rural está mais otimista com relação ao cenário econômico atual.  Os produtores que estão realizando essa operação estão sendo favorecidos na relação de troca por insumos, já que utilizam menos sacas de soja para adquirir produtos para o manejo da próxima safra.

Por: Aleksander Horta e Ericson Cunha
Fonte: Notícias Agrícolas




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.