Notícias

10/03/2020 - Clima

Regiões Norte e Nordeste devem receber muita chuva nesta semana


A semana será de muita chuva no Norte, Nordeste e parte do Centro-Oeste do Brasil. Há previsão de mais de 200 milímetros no litoral do Pará e Maranhão e entre 100 e 200 milímetros na Bahia, norte de Goiás, Tocantins, nordeste de Mato Grosso, interior do Pará e do Maranhão, no Piauí, no Ceará e na costa entre Pernambuco e Alagoas. Acumulados semelhantes serão registrados em boa parte do Maranhão, leste do Pará, sul da Bahia, nordeste de Goiás, norte de Mato Grosso e costa norte do Espírito Santo.

Por outro lado, espera-se pouca chuva e temperaturas cada vez mais elevadas no Sul, São Paulo, Mato Grosso do Sul, sul de Minas Gerais e Rio de Janeiro. Por conta do solo já encharcado no centro e norte do Brasil, são poucas as áreas que devem ter reposição da umidade. Somente entre o norte de Tocantins e o sul do Maranhão, o solo ficará completamente saturado com aumento da umidade em dez pontos percentuais.

Já na maior parte do Brasil, espera-se diminuição da umidade do solo. Preocupa a situação no oeste de São Paulo, Mato Grosso do Sul e noroeste do Paraná, onde a umidade do solo já está baixa e prejudica o desenvolvimento inicial de milho safrinha e de cana de açúcar. A chuva que retornará entre 14 e 18 de março não chegará aos 15 milímetros. “Quando falamos em cana de açúcar, muitas usinas pretendem iniciar a moagem a partir desta segunda quinzena de março, mas é preciso ficar atento. Após 18 de março, a expectativa é de chuva intensa com acumulados entre 50 e 100 milímetros no norte de São Paulo, Minas Gerais e Goiás.

Em relação às temperaturas, a semana terá calor extremo no Rio Grande do Sul. No oeste do Estado, a temperatura pode ficar até 7°C acima da média, com máximas acima dos 40°C, o que agrava as condições das lavouras. Algumas áreas do Rio Grande do Sul não recebem chuva significativa há 50 dias. Na Argentina, a temperatura pode ficar até 9ºC acima do normal.

A combinação de calor extremo e pouca chuva aumenta ainda mais as perdas na soja de todo o Estado. O calor acima da média também vai predominar em boa parte do Brasil, mas com desvios bem mais modestos. O excesso de nuvens e os ventos de quadrante sul deixarão a temperatura abaixo da média somente no Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Bahia e oeste de São Paulo. 

Na semana que vem, praticamente todo o Brasil vai registrar temperatura acima da média. Os desvios, no entanto, serão modestos, inclusive no Rio Grande do Sul. A temperatura vai voltar a diminuir com formação de uma nova invernada entre 23 e 29 de março. A tendência é de precipitação mais persistente e temperatura baixa no Paraná, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

Por Pryscilla Paiva
Fonte: Canal Rural




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.