Notícias

10/09/2020 - Soja

Redução na safra eleva Chicago


A previsão de redução de 3,0 milhões de toneladas na safra norte-americana de soja elevou as cotações na Bolsa de Chicago, de acordo com o que afirmou a T&F Consultoria Agroeconômica. “Os futuros de soja negociados na Bolsa de Chicago (CBOT) acumularam um novo avanço. O USDA anunciou novas vendas para a China por 238.000 toneladas e outras 132.000 toneladas para destinos desconhecidos”, comenta. 

“No dia anterior o gigante asiático havia comprado 664.000 tons de soja norte-americana.  Assim, o mercado interpreta o gigante asiático como focalizando sua demanda nos EUA. Enquanto isso, a previsão de tempo seco e de geada nas regiões do centro-oeste norte-americano transmite incerteza. Mercado espera um novo USDA mensal (sexta-feira 11/09) para atualizar as perspectivas de produção”, completa. 

Os futuros da soja subiram de 3 1/2 a 6 3/4 centavos no fechamento desta quarta-feira. “O contrato de novembro registrou uma alta de US $ 9,81 3/4, que foi meio centavo abaixo da alta de janeiro. Os futuros de farelo de soja fecharam em alta de US$ 3,50 a US$ 3,70 na quarta-feira. Os futuros do óleo de soja caíram de 19 a 36 pontos”, informa. 

“Partes das Dakotas e Minneapolis atingiram temperaturas congelantes durante a noite. Na terça-feira, o NASS reduziu os índices de condição de soja em grão da nova safra em 1% para 65% bom/ex – no brugler500 o grão caiu 1 ponto na semana, para 365. Um olhar detalhado mostra que as condições de soja em Illinois, Iowa e Nebraska pioraram 7, 6 e 5 pontos para 372, 325 e 361, respectivamente. As ideias para o relatório da safra de sexta-feira são de redução média de 3,0 milhões de toneladas no anúncio do USDA para a soja americana”, conclui. 

Por Leonardo Gottems
Fonte: Agrolink




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.