--%>

Notícias

03/01/2019 - Tecnologia

Rastreabilidade: entidades tentam ganhar tempo para produtor aderir

Prazo venceria ontem, quarta, dia 2, mas pode ser esticado por mais seis meses

A instrução normativa conjunta número 02/2018, do Ministério da Agricultura e Anvisa, está em vigor, em caráter orientativo, desde agosto do ano passado. Ela prevê a rastreabilidade do primeiro grupo de vegetais frescos a partir de rotulagem, número de lote da produção e que o produtor mantenha um caderno de campo com as anotações sobre todas as operações agrícolas realizadas, entre elas, o uso de agroquímicos.

A partir desta quarta, dia 2 de janeiro de 2019, os produtores estariam sujeitos a fiscalização e multa se descumprirem as instruções, mas o Ibrahort (Instituto Brasileiro de Horticultura) e a Abrafrutas (Associação Brasileira dos Produtores Exportadores de Frutas) estão negociando com a Anvisa e o Ministério da Agricultura o adiamento do caráter punitivo – advertência e multas – por mais seis meses, e passaria a valer a partir de junho.

As negociações estão indo bem, e tudo indica que a normativa da rastreabilidade vai continuar com o caráter orientativo até junho deste ano.

Os representantes das entidades aguardam para este mês a publicação do adiamento no Diário Oficial da União.

Por: Tobias Ferraz 

Fonte: Canal Rural




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.