Notícias

26/09/2019 - Soja

Queda nos EUA afeta preço da soja brasileira


Segundo apurou a pesquisa diária do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, da USP), os preços da soja no mercado físico brasileiro fecharam ontem (25/9) com preços médios da soja nos portos do Brasil sobre rodas para exportação recuando novamente 0,30%, para a média nacional de R$ 87,06/saca. Isso aumentou as perdas acumuladas do mês para 1,65%.

“Com queda de 0,35% na cotação do dólar e de 0,56% na cotação em Chicago, os preços médios que os compradores puderam oferecer sobre rodas nos portos brasileiros caíram”, explica o analista da T&F Consultoria Agroeconômica, Luiz Pacheco.

No mercado físico os preços se mantiveram R$ 87,00/saca, mas para 30/11, em Paranaguá. Em Rio Grande permaneceu em R$ 87,00, com pagamento início de outubro, mas caiu para R$ 86,00 para 02/06/2020. Já no mercado interno o preço avançou bem, cerca de 0,51%, para a média de R$ 80,93/saca, contra R$ 80,52/saca do dia anterior. Com isto o acumulado do mês de setembro no interior reduziu as perdas para 1,62% (2,11% anterior). No mercado físico doméstico o preço em Passo Fundo o preço continuou a R$ 83,00/saca.

Crushers chineses estiveram muito ativos na América do Sul, comprando seis cargos (cerca de 360.000 tons), dos quais 4 OC e 2 NC. A demanda OC vem dos players que não tem isenção de tarifas. Com isto, os prêmios FOB da soja brasileira avançaram 1 centavo para Outubro e Novembro, respectivamente, se mantiveram inalterados para Fevereiro e Março, recuaram 5 cents para Abril e 2 cents para Maio e subiram 10 cents para Junho e Julho.

Por Leonardo Gottems
Fonte: Agrolink





Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.