Notícias

07/05/2018 - Café

Produtores de café sugerem liberação antecipada de parte do recursos do Funcafé


Foi solicitado o aumento do prazo máximo para reembolso do crédito de custeio agrícola de 14 meses para 20 meses.

Os produtores de café querem que os recursos do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé) sejam liberados antecipadamente, antes do início oficial da safra 2018/2019, a partir de julho. "Nós estamos trabalhando para que parte do recurso do fundo seja antecipada e disponibilizada a partir deste mês, justamente para que o produtor inicie a safra capitalizado e com recurso à disposição", informa em comunicado o presidente da Comissão Nacional do Café da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Breno Pereira de Mesquita.

Segundo ele, o volume de recursos no Funcafé será de R$ 4,96 bilhões destinados às linhas de financiamento e estará disponível de 1º de julho até 30 de junho do ano seguinte. Mesquita reuniu-se na quinta-feira (3/5), em Brasília, para debater as propostas da entidade para o Plano Agrícola e Pecuário (PAP) 2018/2019 e o orçamento do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé). Para a cafeicultura, foi solicitado o aumento do prazo máximo para reembolso do crédito de custeio agrícola de 14 meses para 20 meses, já que o prazo atual torna inviável a tomada de recursos de pré-custeio para essas atividades. Também foram abordados outros temas como seguro rural, spread bancário e financiamento.

Na reunião, o assessor técnico da CNA, Maciel Silva, apresentou os resultados e as novas etapas da campanha da broca do café. "A primeira fase foi alertar os cafeicultores sobre o monitoramento da doença nas lavouras. A segunda fase da campanha foi sobre o controle da broca", explicou Maciel.

Fonte: Estadão Conteúdo




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.