Notícias

10/01/2020 - Soja

Produção do Brasil em 2019/20 deve chegar a 124,3 milhões de t (+4,6%)


A produção de soja do Brasil em 2019/20 deve atingir 124,3 milhões de toneladas, aumento de 4,6% ante a temporada anterior, estimou a consultoria Agroconsult no lançamento do Rally da Safra 2020, nesta tarde, em São Paulo. A área plantada deve ser de 36,7 milhões de toneladas, crescimento de 2,2% ante 2018/19. Já a produtividade deve chegar a 56,5 sacas por hectare, ante 55,2 sacas/ha no ciclo anterior.

Segundo o sócio-diretor da Agroconsult, André Pessôa, várias regiões foram beneficiadas por uma boa combinação de chuva e luminosidade, apesar do atraso inicial no plantio. “É a quarta safra seguida na faixa dos 55 sacas por hectare para cima. Mesmo com dificuldades climáticas em algumas regiões, pode-se dizer que consolidamos um patamar novo de produtividade nos últimos anos”, afirmou. “O Brasil vai colher uma safra dentro da normalidade. Não será nem excepcional nem uma safra ruim que a gente tenha que lamentar.”

Entretanto, ele destacou que o Rio Grande do Sul já tem perdas consolidadas. “Tivemos chuva irregular com baixos volumes em dezembro. Foi um período muito seco, com temperaturas muito elevadas, por muito dias.” Isso causou danos principalmente em áreas precoces. No sul do RS, houve seca de fato, e alguns produtores deixaram áreas sem plantar por falta de umidade suficiente. Com isso, a produtividade do Estado deve cair de 58,1 sacas por hectare para 54,2 sacas por hectare, segundo a Agroconsult.

Já em Mato Grosso e no Paraná a expectativa é de aumento da produtividade. No caso de Mato Grosso, o rendimento deve subir para 57,5 sacas por hectare, ante 57,0 sacas por hectare no ciclo anterior. No Paraná, a perspectiva é de 59,5 sacas por hectare, contra 51,3 sacas por hectare na safra 2018/19. Nos dois casos, as lavouras receberam chuvas adequadas ao longo do desenvolvimento.

Milho
A Agroconsult estimou a produção de milho verão no Brasil em 2019/20 de 27,6 milhões de toneladas, acima dos 26,2 milhões de toneladas obtidas em 2018/19. Ponderou, no entanto, que impactos negativos do clima quente e seco no Rio Grande do Sul em dezembro ainda precisam ser computados. “Não seria surpresa se a produção de milho verão este ano for menor do que a do ano passado. Teve adversidade climática especialmente no milho do RS", disse o sócio-diretor da Agroconsult, André Pessôa. Segundo ele, o viés é baixista para o número de safra de verão do País em função das possíveis perdas na safra gaúcha. Embora possa haver ajustes para baixo na produtividade do milho verão, a área plantada no País ainda pode ser corrigida para cima ante os 4,9 milhões de hectares previstos atualmente, conforme o representante da Agroconsult.

No caso da safrinha, a perspectiva da Agroconsult é de produção de 74 milhões de toneladas, queda de 3,6% ante o ciclo anterior. A área plantada deve crescer 3%, para 13 milhões de hectares. “Não temos dúvida de que esse milho será plantado mesmo que com atraso”, disse Pessôa. Já a perspectiva de produtividade, com base na linha de tendência histórica, é de 95 sacas por hectare, ante 101 sacas por hectare na temporada anterior. “É muito difícil, com este atraso na implantação, que se repitam as produtividades do ano passado.” Segundo ele, o plantio não deve atrasar tanto em relação à média histórica, mas fica bem atrás do ritmo do ano passado. “A produtividade do ano passado foi de 101 sacas/ha, que foi um ponto fora da curva. Se voltar à curva (o rendimento) deve ser de 95 sacas/hectare.”

O Rally da Safra 2020 vai a campo a partir do dia 14 de janeiro para avaliar as condições das lavouras nos doze principais Estados produtores: Mato Grosso, Paraná, Mato Grosso do Sul, Goiás, Minas Gerais, São Paulo, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Bahia, Maranhão, Piauí e Tocantins. Na 17ª edição do Rally serão 11 equipes em campo, das quais oito avaliarão as lavouras de soja até o fim do mês de março. Outras três irão a campo entre maio e junho para verificar as áreas de milho segunda safra. A expedição estima percorrer um total de 100 mil quilômetros neste ano.

Organizado pela Agroconsult, o Rally da Safra tem patrocínio de Santander, FMC, Corteva Agriscience, VLI, Firestone, Tokio Marine, com apoio da FIESP e Fundação Agrisus.

Por Leticia Pakulski
Fonte: Broadcast Agro




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.