Notícias

28/01/2020 - Clima

Previsão é de chuva nos próximos dias em todas as regiões do Brasil


A previsão do tempo para a última semana de janeiro é de chuva generalizada em grande parte do país, segundo boletim do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) divulgado nesta segunda-feira (27).

Na Região Norte, a precipitação acumulada deve ser em torno de 35mm, podendo atingir 80mm. No sul da Amazônia, norte e leste do Pará e norte do Tocantins, os valores podem alcançar 100mm.

No Nordeste, a projeção é de um acumulado de 100 mm no Maranhão, 80 mm no Piauí e oeste do Ceará e até 40 mm no oeste da Bahia. Para o resto da região, a previsão é de volumes inferiores a 30mm.

No Centro-Oeste, Mato Grosso deve ter chuva acumulada entre 50 mm a 100 mm. No Distrito Federal, a previsão é entre 20 e 40 mm. Em Goiás deve chover entre 40 a 100 mm, e no Mato Grosso do Sul, entre 40 e 80 mm.

No Sudeste, a expectativa é de mais chuva. Na maioria das localidades de Minas Gerais, os volumes devem ficar entre 20 e 50 mm, mas algumas áreas podem atingir 80mm. São Paulo e Rio de Janeiro devem ter precipitações com acumulado variando entre 40 e 100mm, enquanto no Espírito Santo o projetado é entre 10 e 40mm.

Na Região Sul, Santa Catarina e Paraná devem receber o maior volume de chuva, com acumulados entre 50 e 100mm. Na metade norte do Rio Grande do Sul, a variação fica entre 30 e 60 mm e,  no sul do Estado, na faixa entre 7 e 30 mm.

Próxima semana

No norte do país, os volumes de precipitação acumulada devem ficar em torno de 65mm na metade sul do Amazonas e do Pará. No norte do Pará, pode chegar até 120mm. No Tocantins, os volumes devem variar entre 50 e 90mm.

No Nordeste, com exceção do oeste da Bahia extremos sul do Maranhão e do Piauí, onde o acumulado deve variar entre 50 e 100mm, nas demais regiões a previsão é de até 25 mm.

Na Região Centro-Oeste, os maiores acumulados serão no Distrito Federal, em Goiás e no norte do Mato Grosso, variando entre 45 e 85mm.

No Sudeste, os maiores valores acumulados estão previstos para metade leste de Minas Gerais, norte de São Paulo, Espírito Santo e Rio de Janeiro, na faixa entre 55 e 110 mm.

Já na Região Sul, a projeção é que o Paraná tenha variação entre 25 e 60 mm, enquanto em Santa Catarina e Rio Grande do Sul o acumulado seja de, no máximo, 30mm.

Fonte: Globo Rural




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.