Notícias

10/06/2020 - Clima

Previsão do tempo alerta para temporais e granizo nos próximos 5 dias


Atenção mais do que redobrada nesta quarta-feira (10/6) aos fortes temporais nos três estados do Sul. Os ventos mais quentes e úmidos no alto atuam sobre a região e favorecem a formação de grandes nuvens de chuva e temporais generalizados. A precipitação virá acompanhada por trovoadas, vendavais e até queda de granizo.

Os maiores acumulados são esperados do norte do Rio Grande do Sul ao sul do Paraná. “Não se descarta a chance para possíveis transtornos como alagamentos, deslizamentos de terra, queda de árvores e transbordamentos de rios e córregos”, diz a meteorologista Doris Palma, da Somar. Somente em áreas de fronteira entre Rio Grande do Sul e Uruguai, o tempo será firme.

Na região Sudeste, chove somente no sul de Minas Gerais e também entre o Médio Paraíba e Costa Verde, no Rio de Janeiro. A precipitação ocorre de forma muito fraca e pontual, e pouco atrapalham a realização das atividades de campo.

Enquanto isso, nas demais do Sudeste, todo o Centro-Oeste, interior do Nordeste, Tocantins, sul do Pará, Acre, oeste do Amazonas e Rondônia, o tempo firme segue predominando.

Alguns produtores de Mato Grosso do Sul, como é o caso de São Gabriel do Oeste, ainda precisam de chuva para a granação do milho, mas não há previsão de instabilidades nos próximos 15 dias.

Amanhã (11/6), o tempo segue bastante instável na região Sul do Brasil. Ainda chove forte no noroeste do Rio Grande do Sul, oeste de Santa Catarina e sul do Paraná. Os acumulados tendem a ser mais expressivos nessas áreas, e a chuva vem acompanhada por trovoadas, rajadas moderadas de vento e até mesmo eventual queda de granizo novamente. Em cinco dias, o volume pode passar dos 70 milímetros.

Nas demais áreas da região Sul, a chuva ocorre de maneira mais pontual e passageira, exceto no norte do Paraná, onde o tempo firme predomina. “Esta parte do estado é a região que mais foi castigada pela falta de chuva e continua sem muita umidade”, explica Doris.

No interior do Brasil, a massa de ar seco associada a um intenso sistema de alta pressão atmosférica garante mais um dia com tempo firme, baixos níveis de umidade relativa do ar e temperaturas em elevação.

Uma nova frente fria avança pelo Rio Grande do Sul na sexta-feira (12/6), e consegue provocar fortes temporais já durante a madrugada, no sul do estado e na região da Campanha gaúcha. A chuva vem acompanhada por fortes trovoadas, rajadas de vento na casa dos 80 km/h e eventual queda de granizo. Ao longo da tarde e noite, a chuva se espalha por áreas da fronteira oeste, região central e leste do estado, mas perdendo aos poucos a intensidade. Já na faixa norte do estado, assim como de Santa Catarina ao Paraná, o tempo firme volta a predominar.

Uma massa de ar seco associada a um intenso sistema de alta pressão atmosférica, garante mais um dia com predomínio de sol, tempo firme e baixos níveis de umidade relativa do ar no Sudeste, Centro-Oeste, Acre, Rondônia, sul do Pará, Tocantins e todo o interior do Nordeste. A chuva fica mais restrita à regiões costeiras, e novamente não se descarta a chance para acumulados expressivos entre Natal (RN) e São Luís (MA), devido à influência das Ondas de Leste.

O Rio Grande do Sul só conseguirá retomar as atividades de campo no domingo (14/6), em uma janela de tempo um pouco mais firme que vai durar até a quarta-feira (17/6). “As tempestades vão migrar em direção ao Uruguai e à Argentina, um padrão típico de bloqueio, o que vai ajudar a acelerar a instalação do trigo na região Sul na segunda quinzena de junho”, diz Doris.

Por Pryscilla Paiva
Fonte: Canal Rural




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.