Notícias

22/05/2020 - Clima

Prepare-se para a semana mais fria do ano até agora


Depois da passagem da frente fria que deve aliviar muitos produtores do Sul com mais de 100 milímetros de chuva, vem aí a massa de ar de origem polar mais forte do ano. O fim de semana já promete ser bastante gelado e por conta da umidade elevada, há chance, inclusive, para precipitação de neve nos pontos mais altos das serras gaúcha e catarinense.

Na segunda-feira, 25, as mínimas podem chegar a apenas 1°C em áreas produtoras do sudoeste do Paraná, como a cidade de Pato Branco e Francisco Beltrão. “Teremos na semana que vem as madrugadas mais frias do ano até então no centro-sul do Brasil, mas por enquanto, as geadas estão previstas principalmente nas mesmas áreas onde já vem acontecendo, em lavouras de feijão e hortaliças do Paraná”, diz Celso Oliveira, meteorologista da Somar. Segundo ele, em áreas de milho segunda safra e café, embora tenha previsão de temperaturas mínimas de 4 °C a 5 °C, o risco de geada é baixo nestas commodities. 

O mesmo vale para as áreas do sul de Mato Grosso do Sul, onde as mínimas previstas estão em torno dos 6 °C. “A nebulosidade elevada é um fator que pode impedir a ocorrência de geadas em lavouras, mesmo com a temperatura baixa”, explica ele. Para termos geadas é necessário não só baixas temperaturas, mas noites de céu claro e ausência de ventos.

No Sudeste, o frio também será destaque na semana que vem, mas por enquanto sem previsão de geadas que possam afetar o café. “A mínima prevista para Varginha, sul de Minas Gerais, é de 4 °C na segunda-feira. Podemos ter geada na relva, sem pegar as lavouras comerciais. Para queimar folhas de café, precisamos de mínimas negativas para que a geada atinja a planta na parte superior”, diz Celso.

 De qualquer maneira é bom os produtores rurais ficarem muito ligados nas previsões do tempo. Outra combinação dessas, de frente fria mais massa de ar polar, vai ser observada no dia 30 de maio. 

O frio chegou mais cedo em 2020 e prosseguirá nas próximas semanas. Como comparação, em maio do ano passado, a temperatura ficou mais elevada que o normal em todo o Brasil. Destaque para mínimas entre 2 °C e 4 °C mais elevadas que o normal em 2019 desde o Rio Grande do Sul até Minas Gerais. Já em 2020, as madrugadas ficaram mais frias que o normal no Sul, Sudeste e Centro-Oeste com valores até 2 °C mais baixos.

Por Pryscilla Paiva
Fonte: Canal Rural




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.