Notícias

16/04/2020 - Milho

Preço do milho em Chicago atinge menor valor dos últimos 13 anos


A junção de preço do petróleo em queda e produção do etanol reduzindo nos EUA vem puxando as cotações do milho na Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) em mínimas históricas. No fechamento de ontem (15/4), o contrato futuro para maio de 2020 atingiu US$ 3,19 por bushel. O cereal norte-americano não atingia este patamar para um contrato corrente desde o dia 03 de outubro de 2006, há mais de 13 anos atrás, quando o milho foi cotado à US$ 3,15 por bushel.

Segundo a consultoria Agrifatto, ainda que o mercado brasileiro tenha sua própria dinâmica de negócios, a desvalorização do grão nos Estados Unidos já está refletindo no solo brasileiro e deve continuar a impactar nas cotações por aqui.

Na B3, a cotação do cereal fechou cotada à R$ 43,90 por saca, desvalorizando 0,48%. Ainda que a intensidade dos impactos do novo coronavírus sobre o milho brasileiro não seja igual ao norte-americano, a pandemia já começou a alastrar seu impacto por aqui.

De acordo com o indicador de preços do milho em Campinas (SP), medido pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), o preço do grão caiu para R$ 52,20, queda de 2,96% na comparação diária. No acumulado de abril, o cereal já registra baixa de 13,2%.

Fonte: Canal Rural




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.