Notícias

14/02/2020 - Pecuária

Pecuarista barganha preço da boiada de olho na reposição


O fluxo de comércio de boiada gorda seguiu com boa liquidez ontem (13/2), motivado pela maior demanda das indústrias que necessitam garantir a formação de escalas de abate antes da semana de carnaval, período de recesso, relata a Informa Economics FNP.

“As recentes elevações dos preços da arroba também têm estimulado muitos pecuaristas a retornar ao mercado, visando barganhar melhores condições, de olho na relação de troca com o gado de reposição”, destaca a FNP.

A consultoria paulista destaca os fortes aumentos de preço da arroba no mercado mato-grossense. “A disputa entre frigoríficos locais e a demanda de outros  estados disseminou uma forte especulação altista no mercado matogrossense “, informa a FNP.

Essa liquidez foi favorecida pela elevação dos preços de compra, permitindo uma relativa melhora nas escalas de abate dos frigoríficos do Mato Grosso, que estão preenchidas até o dia 24 de fevereiro.

No município de Tangará, o boi gordo foi negociado nesta quinta-feira, dia 13 de fevereiro, a R$ 181/@, para pagamento a prazo (30 dias). Na capital Cuiabá o animal terminado vale R$ 183/@, à vista. Já na região de Colíder os negócios com boiada saem a R$ 174/@, à vista.

Por Denis Cardoso
Fonte: Portal DBO




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.