Notícias

29/06/2018 - Pecuária

Pastagens entre PR e MS apresentam boas condições


As pastagens entre o noroeste do Paraná e Mato Grosso do Sul apresentam boas condições neste início de inverno, afirma o analista da Athenagro, Stefan Barradas Podsclan, em uma avaliação preliminar sobre as fazendas visitadas pela Equipe 2 da Rally do Pecuária. Para Podsclan, apesar da estiagem, que atingiu várias regiões produtivas este ano, pecuaristas investiram em adubação e outros cuidados para preservar o suporte nutricional dos campos durante a atual época mais seca, o que garantiu uma condição melhor das pastagens.

A paisagem dos pastos contrasta com as lavouras de milho secas e pouco desenvolvidas encontradas na mesma região. “Nessa época é complicado, ainda mais com a seca, mas produtores já estão fazendo um manejo melhor e controlando a taxa de lotação (quantidade de animais por hectares)”, disse. “Encontramos produtores com um bom nível de tecnificação”, disse. “Está ficando cada vez mais claro que quem não faz isso, não produz”, completou.

Na região, a equipe também encontrou uma área de cerca de 215 hectares, em Cruzeiro do Sul (PR) que era um canavial – uma das principais atividades da região – que foi transformado em pastagem há três anos, depois que uma das usinas da região reduziu a atividade.

Uso de tecnologia

O coordenador do Rally da Pecuária 2018 e diretor da Athenagro, Mauricio Palma Nogueira, diz que os técnicos da expedição esperam encontrar nas áreas de produção pecuária a serem visitadas um nível maior de aplicação de tecnologia, principalmente em Mato Grosso do Sul. “A pecuária pantaneira precisará agregar valor caso queira sobreviver com rentabilidade nos próximos anos”, afirma.

Para o analista, o aumento da rentabilidade é um ponto crucial para quem quiser se manter na atividade. No Estado, segundo a Athenagro, observações a campo, quando cruzadas com informações fornecidas pelos pecuaristas, apontam uma redução da área de pastos, resultado do maior aporte tecnológico na produção.

O Rally da Pecuária 2018 teve início dia 18 de junho. A primeira equipe percorreu propriedades no Rio Grande do Sul para verificar as condições do gado de corte. No total, serão sete equipes técnicas que visitarão 11 Estados – Rio Grande do Sul, Paraná, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Tocantins, Pará, Mato Grosso, Rondônia e Acre.

Fonte: Estadão Conteúdo




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.