Notícias

28/04/2020 - Outros

Nematoides são arma contra lagarta-do-cartucho


Pesquisadores da Universidade de Neuchâtel e do CABI, na Suíça, estão trabalhando para usar os nematoides como arma contra a lagarta-do-cartucho. Participam das pesquisas também alguns cientistas do Conselho de Desenvolvimento Agrícola e Animal (RAB) de Ruanda. 

O intuito é encontrar uma solução viável de biocontrole para a praga como parte de uma estratégia de manejo de pragas (IPM) contra a esta que causa sérios danos às plantações de milho. Os cientistas, juntamente cooperativas de agricultores de Ruanda, onde o milho é uma colheita prioritária, conduziram quatro experimentos em campos fortemente infestados na estação RAB Rubona e no distrito de Nyamagabe. 

Os pesquisadores procuraram testar inúmeras formulações de nematoides e técnicas de aplicação - com base em experimentos iniciais da Universidade de Neuchâtel - que incluíam géis, contas, óleos, areia e apenas água. Eles revelaram que as formulações em gel de nematoides aplicadas na espiral de milho são atualmente a aplicação mais promissora e foram consideradas tão eficazes quanto as pulverizações de pesticidas. 

“O objetivo é reduzir as pulverizações cada vez mais frequentes de pesticidas no milho, usando soluções de controle biológico. Até recentemente, o milho raramente era pulverizado com pesticidas na África e na Ásia, o que mudou desde a invasão da lagarta do outono. Existem vários agentes de controle biológico contra a lagarta-do-cartucho, incluindo vírus de nucleopolidrose inseticida, bactérias Bacillus thuringiensis kurstaki ou aizwai, além de vários nematoides entomopatogênicos", afirmou Stefan Toepfer, pesquisador responsável. 

Por Leonardo Gottems
Fonte: Agrolink




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.