Notícias

26/11/2018 - Milho

Milho: oferta restrita faz preços subirem no Brasil


Os preços domésticos do milho terminaram a semana passada entre estáveis e mais altos. De acordo com a consultoria Safras & Mercado, as cotações avançaram especialmente em São Paulo, diante da oferta restrita.

Nas demais regiões, mercado mais equilibrado, mas com pouquíssima movimentação sendo o destaque de forma geral.

Bolsa de Chicago
Os contratos futuros se desvalorizaram, refletindo a queda nos preços do petróleo. Sinais de boa demanda pelo grão dos EUA limitaram o movimento negativo. Na semana, o contrato dezembro recuou 1,58%.

Segundo dados do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), as vendas líquidas para a temporada comercial 2018/2019 ficaram em 877,4 mil toneladas na semana encerrada em 15 de novembro, o que representa baixa de 2% frente a semana passada e é 50% superior a média das últimas quatro semanas. O maior importador foi o México, com 375,9 mil toneladas. Para a safra seguinte, foram mais 5 mil toneladas. Analistas esperavam entre 600 mil a 1,1 milhão de toneladas.

MILHO NO MERCADO FÍSICO – POR SACA DE 60 KG
Rio Grande do Sul: R$ 39
Paraná: R$ 33
Campinas (SP): R$ 39
Mato Grosso: R$ 26
Porto de Santos (SP): R$ 36
Porto de Paranaguá (PR): R$ 36
Veja o preço do milho em outras regiões

MILHO NA BOLSA DE CHICAGO (CBOT) – POR BUSHEL
Dezembro/2018: US$ 3,59 (-2,75 cents)
Março/2019: US$ 3,70 (-2,50 cents)

Fonte: Canal Rural




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.