Notícias

08/10/2020 - Milho

Milho internacional: preços devem subir ainda mais


Os preços do milho no mercado internacional estão mais firmes e a tendência é subir ainda mais, segundo informações divulgadas pela TF Agroeconômica. “A Coreia do Sul voltou ao mercado  com 200.000 t de milho para a chegada no início de 2021. Após negociações, duas das três posições foram preenchidas pela Cargill com a terceira indo para a Cofco, todas pelo mesmo preço fixo de US$ 239,80/t CIF, já que os mercados de destino parecem prontos para aceitar que os preços baixos dificilmente retornarão”, comenta. 

“As ofertas para entrega em 2021 nos portos do norte do Vietnã também foram ouvidas em níveis confortavelmente acima de US $ 240/t, ou prêmios de mais de 220 centavos, para janeiro e fevereiro de carregamento, embora março caiu acentuadamente para US $ 231,50 /t. Na Ucrânia, os preços do milho permaneceram firmes na quarta-feira, com ofertas e ofertas em uma base premium ouvidas a 142 centavos contra 135 centavos sobre o contrato CBOT de dezembro. Isso equivale a quase US$ 209/mt FOB HIPP contra $206/mt FOB”, completa. 

Enquanto isso, o mercado interno também continuou a se fortalecer, com os níveis oficiais de ofertas aumentando para US $ 194/t CPT. “O progresso da colheita de milho da Ucrânia saltou 11 pontos percentuais ao longo da semana e agora está 20% completo, pois pouco mais de 5 milhões de t foram colhidos de 1,1 milhão de ha até 5 de outubro, mostraram dados do Ministério da Agricultura. Mas em meio a sinais de que os rendimentos melhoraram cerca de 12% durante a semana, embora o progresso permaneça bem atrás de 2019, já que nesta fase do ano passado 9,5 milhões de mt de milho haviam sido colhidos de 31% da área plantada (4,97 milhões de ha)”, conclui.

Por Leonardo Gottems
Fonte: Agrolink




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.