Notícias

06/03/2020 - Outros

Logística: coronavírus prejudica transporte marítimo de produtos agrícolas dos EUA


A epidemia de coronavírus está prejudicando a logística global de transporte marítimo, já que a queda das exportações chinesas atrapalha também o comércio de bens de outros países. No caso dos Estados Unidos, isso afeta principalmente os embarques de produtos agropecuários como frutas e carnes que têm como destino a Ásia.

O congestionamento em portos chineses e a interrupção da navegação deixaram muitos navios "presos" no lado chinês. Isso resultou em maior disputa por espaço em embarcações com destino à China e em escassez de contêineres refrigerados usados para transportar frutas, carnes e outros produtos perecíveis em viagens de três semanas pelo Pacífico.

O volume de embarques de produtos chineses despencou em fevereiro, com o fechamento de fábricas por causa do surto de coronavírus. Operadores de navios de contêineres cancelaram quase 60 viagens transpacíficas para os portos de Los Angeles e Long Beach, na Califórnia, no primeiro trimestre, e mais de 110 para toda a América do Norte. Normalmente, há cerca de 200 viagens desses navios pelo Oceano Pacífico a cada mês. Isso significa que menos navios estão disponíveis para fazer a viagem de volta para a Ásia, e a rotatividade normal de contêineres foi interrompida.

"No momento, a oferta de contêineres refrigerados vazios está apertada", disse Peter Friedmann, diretor executivo da Coalizão de Transporte Agrícola, que representa exportadores. "Está mais difícil conseguir uma embarcação, e os navios que estão saindo não têm capacidade suficiente para lidar com toda a carga que está buscando espaço, principalmente para a China."

Algumas operadoras de navios estão cobrando uma sobretaxa de até US$ 2 mil por contêiner refrigerado em viagens para a China e outros destinos na Ásia, praticamente dobrando o custo para enviar um contêiner de laranjas. Outras operadoras avisaram exportadores que os custos vão aumentar caso o congestionamento em portos chineses as obrigue a redirecionar os navios para outros países.

A frutas que não conseguirem espaço em navios podem acabar sendo vendidas com prejuízo no mercado doméstico, de acordo com Casey Creamer, diretor da California Citrus Mutual, grupo que representa produtores de citros do Estado.

Os problemas de logística também estão causando dor de cabeça nas maiores processadoras de carne do país, que estão disputando espaço em navios, redirecionando temporariamente para países vizinhos carregamentos que tinham como destino a China e vendo os estoques domésticos aumentarem. 

Por Dow Jones Newswires
Fonte: Broadcast Agro




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.