Notícias

12/08/2020 - Mercado

Isentar etanol americano de tarifas complica setor brasileiro


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ameaçou taxar produtos brasileiros por causa das tarifas cobradas sobre o etanol norte-americano. Trump afirmou que está se baseando no princípio de reciprocidade.

O acordo atual entre os dois países prevê isenção na importação de até 750 milhões de litros de etanol dos EUA por ano. Depois dessa quantia, o produto é taxado em 20%. O trato entre os dois países deve ser renovado ou não no fim de agosto. Produtores brasileiros pressionam pelo fim das isenções.

De acordo com Miguel Daoud, comentarista do Canal Rural, Trump está desesperado com a possibilidade de perder as eleições para a Presidência este ano e ele realmente vai taxar os produtos brasileiros se não houver uma negociação.

Daoud lembra que os Estados Unidos produzem 360 milhões de toneladas de milho por safra, sendo boa parte disso destinada à indústria de etanol, e Trump busca agradar esses produtores. “Outros países já boicotaram o etanol americano e sobrou para o Brasil, que vai acabar sendo tributado em produtos que exportamos para lá, que são poucos”, diz.

O comentarista acredita que o acordo pode acabar sendo renovado com uma cota isenta maior. “Em vez de 750 milhões passaria para 1 bilhão de litros. Eu não concordo com isso, mas falo por conhecer a dinâmica da relação Brasil-EUA”, afirma. Ele ressalta que a importação de etanol dos EUA sem tarifas complicaria a situação do setor de etanol nacional.

Fonte: Canal Rural




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.