Notícias

29/10/2018 - Cana

Indonésia plantará primeira cana transgênica


O governo da Indonésia aprovou recentemente o plantio e a comercialização da sua primeira variedade geneticamente modificada de cana-de açúcar resistente à seca. A cana NXI-4T contém o gene de betaína, clonado a partir da bactéria Rhizobium meliloti e E. coli e foi desenvolvida por uma empresa produtora de açúcar, a PTPN XI. 

De acordo com os desenvolvedores, que trabalharam em conjunto com a Universidade de Jember, da Indonésia, e a empresa japonesa Ajinomoto, a cana-de-açúcar transgênica pode produzir de 20% a 30% mais açúcar que as linhas parentais convencionais sob condições de seca. Isso porque o cultivo de cana-de-açúcar migrou para áreas mais secas e marginais do país, uma vez que a terra tradicionalmente usada para a produção de arroz e cana-de-açúcar diminuiu substancialmente. 

Enquanto esta cultura obteve aprovação para comercialização na Indonésia em 2013, a aprovação de segurança alimentar foi concedida pelo Ministério da Agricultura apenas nos últimos meses. O próximo passo para os desenvolvedores é planejar a comercialização das culturas biotecnológicas para atender às demandas de cana-de-açúcar e seus derivados na Indonésia. 

Com essa aprovação e progresso, a Indonésia se juntaria ao pequeno clube de países que não apenas desenvolveram, mas também autorizaram cultivos transgênicos tolerantes à seca. Por outro lado, existem vários estudos de laboratório ou testes de campo sendo desenvolvidas pelo setor público e privado em países como Austrália, Brasil, China, Coréia do Sul, Egito, Índia, Japão, Quênia, México, Moçambique, Nigéria, África do Sul, Tanzânia, Uganda, entre outros.

Por Leonardo Gottems 
Fonte: Agrolink




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.