Notícias

26/06/2020 - Outros

Grãos: IGC eleva previsão da safra global 2020/21 em 7 mi/t, para recorde de 2,237 bi/t


O Conselho Internacional de Grãos (IGC, na sigla em inglês) elevou em 7 milhões de toneladas a sua estimativa para produção global na safra 2020/21, de 2,230 bilhões de toneladas para 2,237 bilhões de toneladas - nível recorde. De acordo com a entidade, a alta se deve principalmente aos ajustes para cima nas safras de soja, milho e trigo, com previsão de colheitas recordes.

A previsão de consumo foi mantida em 2,218 bilhões de toneladas, enquanto a estimativa de estoques globais foi elevada para 635 milhões de toneladas, ante 627 milhões de toneladas previstas no fim de maio. O conselho atribui à manutenção do volume estimado para consumo em virtude do menor uso industrial dos grãos que deve ser compensado pelo maior uso para alimentação animal, refletindo ainda os impactos previstos relacionados à pandemia do novo coronavírus. As projeções do conselho foram divulgadas em relatório mensal.

A previsão de produção global de soja da safra 2020/21 foi elevada em 1 milhão de toneladas, para 364 milhões de toneladas, enquanto a projeção de consumo foi mantida em 363 milhões de toneladas. Em relação ao milho, a estimativa para a colheita foi aumentada em 3 milhões de toneladas, para 1,172 bilhão de toneladas. A estimativa de consumo do cereal foi reduzida em 2 milhões de toneladas para 1,175 bilhão de toneladas. Quanto ao trigo, a estimativa de produção foi aumentada em 2 milhões de toneladas para 768 milhões de toneladas, enquanto o consumo foi elevado em 1 milhão de toneladas para 751 milhões de toneladas.

O índice de preços de Grãos e Oleaginosas do IGC subiu 1% em maio, puxado pelo incremento nas cotações de milho e soja, que compensou o declínio dos preços do trigo, do arroz e da cevada, de acordo com a entidade.

Para a temporada 2019/20, o IGC cortou sua estimativa para produção global de 2,177 bilhões de toneladas para 2,175 bilhões de toneladas. A estimativa de estoques globais foi, contudo, elevada para 615 milhões de toneladas, ante 614 milhões de toneladas previstas em maio. Já a previsão de consumo foi reduzida de 2,182 bilhões de toneladas para 2,181 bilhões de toneladas.

Para a safra 2018/19, a entidade aumentou a previsão de colheita de 2,137 bilhões de toneladas para 2,138 bilhões de toneladas.

Por Isadora Duarte
Fonte: Broadcast Agro




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.