Notícias

06/08/2020 - Soja

Forte demanda mantém soja brasileira em alta


De acordo com a Consultoria ARC Mercosul, o mercado segue sustentado pela demanda por exportação e atividade industrial regular: “Tanto para a soja, quanto para o milho, as cotações disponíveis seguem firmes. Os compromissos de exportação da soja brasileira (navios já embarcados, navios em fila de embarque e navios programados para chegarem) somam um total de 75,3 MTs, o que é 41,5% superior ao mesmo período em 2019. No atual momento, temos 7,2 MTs em navios programados para serem carregados nos portos do país dentro destes próximos 15 dias, o que é 72% superior ao ano passado”.

A T&F Consultoria Agroeconômica aponta que, no Rio Grande do Sul, “não há mais compradores para agosto”: “Eles estão concentrados agora em setembro e ofereceram hoje R$ 125,00 no porto gaúcho de Rio Grande, cerca de R$ 1,0/saca a menos que o dia anterior, diante da queda do dólar para quem entregar no início do mês e R$ 125,50 para entregas no final do mês. No Paraná os preços subiram até 3 reais/saca de setembro em diante, e em Minas Gerais os preços permaneceram inalterados”.

CHINA
Ainda de acordo com a T&F, os relatórios recebidos da China informam que as indústrias esmagadoras daquele país continuam ativas no mercado, tendo adquirido mais 3 cargos nos EUA e 3 cargos no Brasil ontem (5/8), acumulando um total de 28 cargos nos três dias desta semana. Os prêmios no Golfo estiveram 2/3 cents menores do que o dia anterior em 104 versus 106 do dia anterior. Os prêmios FOB portos de Origem no Brasil continuam elevados ao redor de +180U, contra + 115U da Argentina e +107U da soja americana. No mercado de Paper de Paranaguá, muito ativo, houve negócios reportados novamente para Março a +60K.

Por Leonardo Gottems
Fonte: Agrolink




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.