Notícias

15/09/2017 - Soja

Falta de chuvas atrasa o plantio da safra de soja 2017/2018


A safra de soja 2017/2018 já está começando. No Paraná, por exemplo, o vazio sanitário da soja terminou no domingo (10/09) e os produtores já estão autorizados a iniciar o plantio da soja. Porém, os sojicultores paranaenses ainda não conseguiram iniciar a semeadura da oleaginosa por causa do tempo desfavorável. Sem previsão do retorno das chuvas e com o tempo extremamente seco, o início do plantio foi adiado em alguns municípios.

O sojicultor José Antônio Borghi, que também é presidente do Sindicato Rural de Maringá, é um dos produtores que teve que adiar o começo da semeadura. Mesmo com o término do vazio e com tudo pronto para colocar as máquinas no campo, não há previsão de quando a plantadeira vai começar a trabalhar na Fazenda Marajó, localizada em Maringá (PR). “O produtor não deve arriscar e começar o plantio, ele tem que fazer uma lavoura com segurança”, afirma Borghi. Ele acredita que assim que houver o retorno da chuvas ou ao menos uma previsão do tempo positiva, os produtores da região começarão a plantar.

Outro produtor do Paraná que atrasou o planejamento do plantio Rosele Salvati, que cultiva soja na Fazenda SS, em Cascavel (PR). “Aqui em toda a região não chove há 26 dias, estamos aguardando para plantar”, conta Salvati. De acordo com ele, alguns agricultores arriscaram e plantaram, mas agora estão muito preocupados com o desenvolvimento inicial das lavouras.
 
Previsão do tempo
Nesta mesma época do ano passado, ele conta que o plantio já havia começado na região. Agora, sem previsão de chuva para os próximos 15 dias, ele acredita que o plantio deve começar no mês de outubro e se preocupa com a janela de plantio mais apertada. “Essa situação já começa a limitar o plantio do milho segunda safra”, diz o produtor.

Outras regiões do Brasil também podem atrasar o início do plantio da soja. O Mato Grosso, cujo vazio sanitário termina no dia 15 de setembro, também pode enfrentar período de estiagem. De acordo com informações da Climatempo, as regiões Sudeste, Centro-Oeste e dos estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia estão com o plantio inviabilizado por causa dos baixos níveis de umidade do solo. No Paraná, a partir do dia 25/09 existe a previsão de que as chuvas retornem.
 
Otimismo apesar do atraso
Mesmo com o plantio atrasado, a expectativa do sojicultor é boa para a nova safra. “O produtor é otimista por natureza”, afirma Borghi. Na safra 2017/2018 ele vai cultivar 500 hectares de soja, a mesma área do ano passado, e esperar manter a produtividade na casa das 50 sacas por hectare. Insatisfeito com os preços da oleaginosa na safra 2016/2017, ele espera uma reação positiva para a nova temporada. “Sempre acreditamos que pode mudar porque o mercado é muito dinâmico”, diz o produtor.

Por Naiara Araújo
Fonte: SF Agro - http://sfagro.uol.com.br/falta-de-chuvas-atrasam-o-plantio-da-safra-de-soja-20172018/





Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.