Notícias

16/03/2020 - Algodão

Exportações de algodão devem passar 2 mi tons


As exportações de algodão em pluma da safra 2019, que começou em julho do ano passado e vai até junho de 2020, devem superar dois milhões de toneladas, segundo informações da Sociedade Nacional da Agricultura (SNA). Com isso, o Brasil representará 20% do comércio global da fibra, ficando apenas atrás dos Estados Unidos. 

A estimativa é do presidente da Associação Nacional dos Exportadores de Algodão (Anea), Henrique Snitcovski. “Na temporada atual, o Brasil tem registrado marcas importantes na exportação do algodão. No acumulado entre julho de 2019 a fevereiro de 2020 (que compreende as exportações parciais da safra), o país já exportou 1.555 milhões de toneladas de algodão em pluma”, disse. 

De acordo com a Anea, apenas em janeiro de 2020, o Brasil exportou 308 mil toneladas, superando o recorde anterior registrado em outubro de 2019, com 288 mil toneladas embarcadas. “O resultado é importante para reforçar a capacidade de exportação do Brasil aos principais mercados consumidores. É importante frisar que a produtividade nas fazendas do produtor brasileiro é praticamente o dobro da produtividade do americano, que é nosso principal concorrente neste mercado”, destacou Miguel Faus, diretor da Anea. A produção brasileira de algodão é a quarta maior do mundo. 

Além disso, ressalta o presidente da Anea, “a rentabilidade é um fator importante em uma cultura de capital intensivo, mas o preço não é suficiente. A cotonicultura demanda investimentos altos e capacitação profissional. O Brasil produz em grande escala, com tecnologia e responsabilidade socioambiental, sendo o maior exportador de algodão certificado do mundo”. 

Por Leonardo Gottems
Fonte: Agrolink




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.