Notícias

02/07/2020 - Pecuária

Exportação de carne bovina do Brasil registra recorde em junho


Confirmando as expectativas do mercado, as exportações de carne bovina in natura do Brasil atingiram recorde para o mês em junho. De acordo com dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) divulgados ontem (01/7), foram embarcados 152,48 mil toneladas com receita de US$ 655,475 milhões. Segundo a consultoria Agrifatto, está mantida a trajetória de exportações em alta neste ano.

Entretanto, houve uma desaceleração pontual de 1,71% no total exportado ante o mês anterior e um aumento de 33,15% em comparação com o mesmo período do ano anterior. Já a média diária embarcada ficou registrada em 7,26 mil toneladas por dia. Na comparação com maio, houve uma queda de 6,44% nos embarques diários, porém, um avanço de 20,47% ante junho de 2019.

Alta do boi gordo
A consultoria Radar Investimentos avalia que com as exportações da carne em alta, o mercado interno segue menos abastecido e com baixa oferta animais. Por conta disso, o preço do boi gordo continua em alta. No fechamento desta quarta, a arroba do animal ficou cotada em R$ 219,90, segundo o indicador do boi gordo Cepea/B3.

“A situação atual da pecuária reflete a falta de oferta no mercado. A crise do coronavírus e a incerteza instalada no mercado desde abril diminuiu bastante a intenção de confinamento. E com isso, os animais da safra acabaram,  o que gerou uma situação de baixa oferta ainda mais com o ritmo de exportação acelerado”, explicou o sócio-diretor da consultoria, Leandro Bovo.

“A demanda chinesa permanece efetiva neste momento, com o país asiático muito atuante no mercado internacional, avaliando a lacuna de oferta provocada pela peste suína africana”, avaliou a consultoria Safras & Mercado.

Fonte: Canal Rural




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.