Notícias

28/04/2020 - Soja

Expectativa de expansão da área de soja e clima favorável ao plantio nos EUA dão tom negativo aos negócios em Chicago


Os preços da soja terminaram o pregão ontem (27/4) na Bolsa de Chicago com estabilidade, assim como caminhou durante todo o dia. O mercado encerrou o dia com pequenas perdas de 1,25 a 3,25 pontos nos principais vencimentos, com o maio sendo cotado a US$ 8,29 e o agosto, US$ 8,38 por bushel. 

Ontem o dólar voltou a subir, depois de começar o dia com perdas de mais de 1%, e fechou com R$ 5,68. Ao longo dos negócios, a moeda americana voltou a testar patamares acima dos R$ 5,70 e este tem sido o fator determinante para a manutenção dos preços da soja historicamente altos e ainda muito remuneradores.  

"São R$ 106,00 por saca no porto de Paranaguá, é um preço espetacular. A coisa mais importante para o produtor brasileiro agora é o câmbio, que é o que está dando resultado e rentabilidade para ele agora. Estamos surfando uma onda que é favorável agora a despeito de Chicago estar um pouco acima dos US$ 8,00", explica o consultor de mercado Fernando Pimentel, da Agrosecurity Consultoria. 

Segundo Pimentel, o Brasil segue muito competitivo e aproveitando muito bem os bons momentos que o mercado oferece e que a China segue olhando para o produto brasileiro, apesar de olhar um pouco mais para o norte-americano. Ainda como afirma o consultor, somente na semana passada foram vendidos 26 cargos da oleaginosa do Brasil. 

"Não é porque a China começou a comprar dos EUA que o Brasil ficou fora do jogo. A China vai se abastecer, vai recompor seus estoques", diz Pimentel. 

BOLSA DE CHICAGO
Na Bolsa de Chicago, o mercado olha com atenção para as novas compras da China no mercado dos EUA, porém, sem forças, na análise do consultor, para voltar a disparar e garantir cotações muito mais elevadas do que as atuais. 

No paralelo, os traders acompanham com atenção o início do plantio da safra 2020/21 e as condições de clima para Corn Belt que, até este momento, são bastante favoráveis.

Por: Aleksander Horta e Carla Mendes 
Fonte: Notícias Agrícolas




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.