Notícias

08/01/2020 - Pecuária

Estradão sem porteira para a arroba do boi


“Preços firmes da arroba e cenário positivo para os próximos meses.” Assim o médico veterinário  Hyberville Neto, analista da Scot Consultoria, define o que pode ocorrer no mercado de compra e venda de gado para abate.

Daqui para a frente, a indústria frigorífica não deve ter a facilidade que vinha encontrando para comprar com folga os cerca de 44 milhões de bovinos prontos para o abate. A cada safra, é esse volume de bois que tem coberto a necessidade para manter as unidades em funcionamento.

Um dos cenários dados como certo é que a participação de fêmeas no abate total dos frigoríficos tende a ser menor. Isso ocorre por conta da valorização da cria e do atual aumento do preço da arroba. “À medida que se entra na safra o cenário será de retenção de animais, de menos fêmeas disponíveis”, afirma Neto.

Mercado em retomada
De acordo com o consultor, nas duas primeiras semanas de 2020, a tendência é de retomada de negociações por parte dos pecuaristas, embora a demanda permaneça fraca. Essa demanda está abaixo do desempenho de dezembro.

Por parte da indústria frigorífica, a busca por boiadas já começou. Porém, sem muita avidez. “Mas quando acontece é positivo para os preços, embora em volume pequeno”, afirma Hyberville.

Por Vera Ondei
Fonte: Portal DBO




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.