Notícias

21/06/2019 - Soja

Especialistas analisam o mercado da soja em função da evolução de plantio e o clima nos EUA


Mercado de soja voltou acima dos 9,00 para o Contrato julho e está agora com 13 cents de alta, depois de ter trabalhado em baixa durante a noite e abaixo dos 9,00. Muita chuva com baixas temperaturas nos estados do Leste, justamente onde tem as áreas mais úmidas e o plantio de soja atrasado.  As previsões indicam chuvas acima do normal para essa região para os próximos 5 dias.

Previsão
As previsões de longo prazo indicam temperaturas mais quentes e chuvas próximo do normal para os meses de julho, agosto e setembro, o que é considerado favorável às safras. Aqui se comenta que o plantio do milho ficará finalmente entre 94/95% da área original estimada e que o plantio da soja nesta semana irá evoluir para casa dos 88/91%. contra 77% da semana passada. Vamos esperar o relatório de segunda-feira às 17 horas.

É dado como certo pelo mercado, o encontro do presidente Trump e Xi Jinping no final da próxima semana, entretanto, tudo indica que será apenas mais  um encontro entre os dois líderes mais importantes do planeta, mas que acordo mesmo e fim da Guerra Comercial, ainda vai tomar muito tempo para ser sacramentado.

Após a reabertura os fundos compraram 11 k de milho,8 k de soja, 4.2 de trigo, 4 k de farelo e 2 k de óleo. Os fundos ainda estão vendidos em soja, mas estão saindo das posições Short a cada dia.  Os fundos estão comprados mais de 150 k de milho e vendidos cerca de 50 k de soja.

Segundo Marcos Araújo, da Agrinvest, esse é um período histórico da sazonalidade do preço da soja na Bolsa de Chicago. Isso se dá em função do clima nos EUA, em 35 anos o período de maiores preços do Bushel da soja, ocorre entre a segunda quinzena de junho até a primeira de julho.  
 
Para Araújo, o momento é oportuno para fixar o preço futuro do Bushel da soja em lotes de 5% da sua produção nos próximos dias, iniciando hoje. 
  • SH-20 cotado a $960,25
  • SK-20 cotado a $963,75 
  • Deixar em aberto prêmio e o dólar. 
Ele ressalta que no próximo dia 28/junho haverá a divulgação do relatório de estoques trimestrais e a revisão de área nos EUA. A soja pode ter um forte queda neste dia em função de que haviam 17,30 mmt de soja em trânsito “desaparecidas” para bater o número do estoque no dia 1 de março de 2019.

Araújo lembra ainda que nos dias 28 e 29 de junho haverá a reunião do G20 e a possibilidade de um acordo entre os EUA e a China. Mas diante de todo o excedente de soja nos EUA, não há certeza de uma forte tão alta assim.

Por: Ginaldo de Sousa 
Fonte: Notícias Agrícolas




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.