Notícias

18/09/2020 - Soja

Entenda a importância de investir na nutrição da soja


O aumento da oferta e as perspectivas de mercado brasileiro da soja vêm alcançando índices positivos, principalmente, na exportação. Dados da Secretaria de Comércio Exterior (Secex), do Ministério da Economia, revelam que o Brasil enviou ao exterior 5,07 milhões de toneladas na parcial de agosto, ante 5 milhões de agosto de 2019, com aumento de 48,5% na média diária de vendas. A produtividade nacional aumentou e existem plantações que ainda podem atingir um rendimento operacional superior ao atual. 

De acordo com o artigo A importância de investir na nutrição da soja para uma lavoura promissora  de Jorge Felipe Rosemback Stachoviack,  engenheiro agrônomo e especialista agronômico líder do Programa NutriPasto e SuperSoja da Yara, explica que lavouras que antes não apresentavam uma homogeneidade nas plantações da soja contavam com uma colheita aquém daquela exigida pelo mercado. Nesse contexto, podemos dizer que é muito importante que os agricultores tenham conhecimento amplo da cultura e utilizem tecnologias avançadas em nutrição de plantas, capazes de agir de forma rápida e efetiva para superar as deficiências nutricionais, proporcionando, assim, uma lavoura com raízes ainda mais vigorosas e em condições de alcançar um maior potencial produtivo. 

As tecnologias disponíveis hoje no mercado contam com oito nutrientes no mesmo grânulo. Além do tradicional NPK, pode ser encontrado também o cálcio e enxofre que, por meio do recobrimento dos grânulos, recebe mais três elementos vitais para o cultivo da soja: boro, manganês e zinco. Por conter todos estes nutrientes eficientes e equilibrados, a aplicação via solo, durante a semeadura, é mais uniforme, sem problemas com segregação de nutrientes, o que assegura o desenvolvimento de lavouras homogêneas de alto potencial produtivo. 

É fundamental entender que os micronutrientes apresentem maior solubilidade - que nada mais é que a propriedade física das substâncias se dissolverem, ou não, em um determinado líquido -e é desta maneira que as plantações são nutridas de forma mais eficiente e em qualquer tipo de cultura. Aqui estamos falando da soja, que é o crescente atual do mercado, mas não podemos esquecer que as plantações de milho e trigo também necessitam de uma nutrição adequada de micronutrientes que tenham elevado padrão de qualidade e pureza, conferindo uma alta eficiência agronômica. 

Vantagens, rentabilidade, produtividade e nutrição são palavras importantes para o mercado comprador, que é extremamente exigente e busca valores competitivos. É imprescindível que os produtores, sejam pequenos, médios ou grandes, utilizem de tecnologias com qualidade superior e eficiência nos custos para aumentar a competitividade da cadeia produtiva dos grãos e de outras culturas. A tendência é que o Brasil tenha cada vez mais lavouras sustentáveis para ser referência na produção mundial de alimentos. 

Por Aline Merladete
Fonte: Agrolink




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.