Notícias

20/04/2018 - Pecuária

Embarques de carne sustentam preço da @


No entanto, mercado do boi gordo segue pressionado em função do baixo consumo interno.

Colaboradores do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq USP) esperavam que, em 2018, as cotações da arroba e da carne de boi se recuperassem, baseados em projeções que indicavam uma retomada da economia brasileira.

Neste primeiro quadrimestre do ano, porém, as cotações seguem sem reação, conforme indicam dados do Cepea. O alento tem sido as exportações de carne in natura, que registram bom desempenho. Assim, para a arroba do boi gordo, enquanto as vendas externas ainda conseguem sustentar os preços no acumulado parcial deste ano, para a carne, a demanda interna ainda enfraquecida resulta em movimento de baixa de preço um pouco mais intenso.

Do começo do ano até essa quarta-feira, 18, o Indicador do boi gordo ESALQ/BM&FBovespa (estado de São Paulo) variou pouco, registrando mínima de R$ 143 (em 28 de março) e máxima de R$ 148,70 (em 10 de janeiro), acumulando ligeira queda de 1,5%. Já para a carne negociada no mercado atacadista da Grande São Paulo, desde o começo do ano, a carcaça casada do boi se desvalorizou 7,8%, de acordo com levantamentos do Cepea.

Fonte: Cepea




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.