Notícias

17/04/2018 - Milho

Desenvolvimento do milho é incerto no Centro-Oeste


Atrasos na soja fizeram com que o milho fosse plantado fora da janela ideal em diversas regiões; expectativa agora é em relação ao clima.

Os atrasos no plantio e na colheita de soja na maioria das regiões do Centro-Oeste podem ter impacto negativo no desenvolvimento do milho de segunda safra. Em Mato Grosso, onde toda a área prevista já foi cultivada, boa parte foi plantada fora da janela ideal. “Agora é ver como o clima vai se comportar. Se chover um pouco menos, teremos problema, mas se as chuvas esticarem um pouco, a tendência é que seja uma safra de milho boa”, diz Zilto Donadello, coordenador da Comissão de Política Agrícola da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT).

A situação e a expectativa são as mesmas em Goiás, onde o zoneamento agrícola foi estendido para que o produtor pudesse plantar com atraso. “A área é um pouco abaixo da registrada no ano passado, mas a expectativa é de produção igual ou pouca coisa inferior. Os preços é que podem ser mais atrativos”, afirma Bartolomeu Braz, presidente da Aprosoja-GO. No Estado, o clima tem ajudado até o momento. “Temos os bolsões secos, o que é natural, mas se continuar assim, e abrir algumas chuvas em maio, teremos uma boa safrinha”.

Soja - Em Mato Grosso, a expectativa é de safra acima da anterior, mesmo com problemas pontuais no plantio e colheita. O Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) espera uma produção de 31,7 milhões de toneladas ante as 31,2 milhões de t da temporada 2016/2017. “Ainda tem produtor sofrendo para conseguir encerrar a colheita na região leste, por causa da chuva. Mas em relação a pragas e nematoides, por exemplo, não tivemos nenhum problema além do normal, pelo que percebi foi até usado menos produtos de controle, porque transcorreu bem”, conta Donadello.

Com a reação recente dos preços, depois dos anúncios de quebra de safra na Argentina e a sobretaxa chinesa para a soja americana, as perspectivas de rentabilidade melhoram para o produtor. “Apesar de grande parte da soja já ter sido negociada em preços mais baixos, isso está melhorando a rentabilidade e o produtor tem que ficar atento às possibilidades”, diz o presidente da Aprosoja-GO. Em Mato Grosso, o preço da soja disponível avançou 5,08% na semana passada, com média de R$ 68,89, principalmente pela valorização do dólar e das cotações na bolsa de Chicago, segundo o Imea.

Por: Thuany Coelho

Fonte: Portal DBO




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.