Notícias

02/03/2018 - Pecuária

Confinamento só funciona com controle


Para Gustavo Rezende, da Apta, protocolos internos devem ser seguidos à risca.

O confinamento é uma atividade com inúmeras variáveis de resultados, que podem impactar de diferentes formas o resultado da atividade. De acordo com Gustavo Rezende, pesquisador da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta), um dos principais erros na atividade é o fato de os produtores muitas vezes trabalharem com o “achismo”, acreditando que precisam alcançar determinados números para aumentar a sua produtividade.

“Não existem verdades absolutas no confinamento. O produtor deve entender que cada sistema produtivo tem uma particularidade e não deve comparar os seus resultados com o do seu vizinho. Por exemplo, muitos produtores acham que quando o boi está mais pesado o rendimento de carcaça vai ser maior, mas isso não é uma verdade”, destacou.

O pesquisador afirma que uma forma de fugir desse “achismo” é estabelecer protocolos internos com base na mensuração detalhada de seu sistema produtivo e segui-los à risca em cada etapa do confinamento. “É necessário seguir o mesmo processo várias vezes para ter uma base consistente de informações e conseguir avaliar os resultados da forma correta”, concluiu. “O produtor precisa sair do “eu acho" e do "eu imagino que seja" para o "eu meço" e sei”, acrescentou.

Por: Alisson Freitas

Fonte: Portal DBO




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.