Notícias

11/04/2018 - Outros

Concessionárias de máquinas calculam vender 20% mais na Tecnoshow


No segundo dia de feira, empresas se dizem surpresas com a movimentação de público e negócios.

Com a expectativa de uma boa safra, confirmada pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) nesta terça-feira (10/4), concessionárias de máquinas agrícolas estão otimistas com as vendas durante a Tecnoshow Comigo, que acontece em Rio Verde (GO), até a próxima sexta-feira (13/04).

Para o gerente de vendas da New Holland, Clayton Dias, além dos bons preços da soja e do clima favorável, a quebra de safra na Argentina e as questões tarifárias envolvendo a China e os Estados Unidos, têm beneficiado as commodities brasileiras, dando uma alavancada no ânimo dos produtores e incentivando-os a fazerem investimentos na renovação da frota. Ele conta, que até o momento o fechamento de negócios está quase que 60% maior em relação ao ano passado.

“Esses primeiros dias da Tecnoshow estão surpreendentes. Tivemos negócios na segunda-feira que talvez só na quarta ou quinta da edição passada é que estaríamos fechando. Apesar de ainda não termos números exatos, estimamos que nosso crescimento será em torno de 15%”, diz.

Entre as vendas de tratores de grande porte para plantios e colheitadeiras, Dias explica que o Centro-Oeste é uma região muito desenvolvida, onde existe menos aquisição de máquinas e mais reposição de equipamentos, ou seja, muitos dos contratos que os produtores rurais estão negociando no evento só serão finalizados após a avaliação das máquinas e do estudo da proposta. De acordo com ele, as facilidades disponibilizadas pelas instituições financeiras, com juros atrativos que se mantém em torno de 7,5%, estão favorecendo as comercializações.

“Hoje depende mais do parecer do agricultor, porque a expectativa é que os produtores façam pedidos e assinem contrato dentro da feira. Pelo cenário do mercado e o valor do dólar, acredito que as vendas terão esse fluxo elevado durante o ano inteiro”, relata.

Na concessionária Massey Ferguson, a meta é atingir R$ 25 milhões em negócios, cerca de 25% a mais do que foi comercializado em 2017 durante a Tecnoshow Comigo. Mais uma vez, a informação é de que a demanda e o movimento no segundo dia de exposição tem causado surpresas. A boa colheita, os preços altos, o plantio do milho safrinha dentro da janela ideal e as chuvas favoráveis formam um cenário positivo para o setor, dizem os representantes da marca na feira.

Além de tratores, colheitadeiras e demais equipamentos, a John Deere está apostando na agricultura de precisão. Para o gerente de território da empresa, Alexandre Frio, a disponibilidade dos produtores em fazer negócios, já sabendo o que ele colheu e que os preços estão favoráveis, tende a dar ritmo às vendas.

“Nosso foco aqui na feira é fazer o produtor entender como a conectividade do campo pode auxiliar ele. Monitores de colheita, produtividade e pulverização ajudam nas tomadas assertivas de decisões”, conta.

Por: Camila Cechinel

Fonte: Globo Rural




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.