Notícias

25/01/2019 - Milho

Com milho safrina, produtor espera recuperar prejuízo da soja no Paraná


O milho safrinha é a aposta do extremo oeste do Paraná para se recuperar dos prejuízos esperados para a soja, relataram produtores durante a passagem da Equipe 2 do Rally da Safra pela região. Plantado dentro da janela ideal, o milho safrinha apresenta risco menor de geada durante o desenvolvimento, e produtores estão otimistas.

Na região de Marechal Cândido Rondon, onde as perdas foram maiores na soja por causa do excessivo calor registrado durante o desenvolvimento da cultura, produtores já colheram grandes áreas de soja e estão na expectativa de bons resultados para o milho plantado na sequência. "O milho safrinha é a aposta que nós temos agora. Vai ser plantado mais cedo, e temos a expectativa de recuperar um pouco do que se perdeu na safra de verão com o milho safrinha", disse o presidente da cooperativa Copagril, Ricardo Silvio Chapla. 

"Como foi plantado cedo o milho, o risco de geada é pequeno. Quanto às chuvas, as projeções de meteorologistas por enquanto são de clima relativamente normal. Se tivermos um clima mais ou menos dentro do normal, talvez possamos atingir um recorde de produção de milho safrinha." No ano passado, a região teve quebra de safra por causa de falta de umidade. "Esperamos que neste ano não tenha isso. Produtor está plantando cedo, com tecnologia de média a alta, então a nossa perspectiva é de ter uma boa produtividade." Na microrregião de Marechal Cândido Rondon, 70% da safrinha está plantada.

Por Leticia Pakulski
Fonte: Broadcast Agro - veja reportagem completa: http://tempuri.org/tempuri.html




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.