Notícias

28/03/2019 - Milho

Chuva garante "espetáculo", e safrinha de milho do Brasil deve crescer 23%, aponta pesquisa


Beneficiada por chuvas regulares, a segunda safra de milho 2018/19 do Brasil, já praticamente toda plantada, deve ter produção mais de 20% superior ante o ciclo passado.

O chamado milho "safrinha", que responde pelo grosso da produção brasileira, é semeado logo após a colheita da soja, que neste ano está mais adiantada.

Como consequência, o cereal está se desenvolvendo dentro de um período de mais chuvas, garantindo-lhe boa umidade.

Conforme média de estimativas de 10 consultorias e entidades do mercado consultadas pela Reuters, o Brasil deverá colher 66,22 milhões de toneladas do cereal, ou 22,9% mais na comparação com 2017/18, quando condições climáticas adversas derrubaram a produtividade.

"A safrinha está vindo muito bem, esperamos boa produção, porque foi plantada dentro da janela, com boa umidade. O milho está vindo um espetáculo", resumiu o analista Adriano Gomes, da AgRural.

O volume também é quase 1 milhão de toneladas acima dos 65,35 milhões estimados no levantamento de fevereiro.

Abaixo do recorde
É evidente que o ganho de produção previsto reflete uma área plantada 4,8% maior, de 12,09 milhões de hectares, praticamente repetindo o recorde de 2016/17. Entretanto, analistas destacam que a janela ideal de plantio tem peso importante nesse cenário.

A produção média estimada ainda está abaixo do recorde de 67,38 milhões de toneladas de 2016/17, quando a safra total brasileira, incluindo a colheita de verão, atingiu históricos 97,8 milhões de toneladas.

Nos últimos 30 dias, as precipitações ficaram dentro ou acima da média em praticamente todo o centro-sul, segundo o Agriculture Weather Dashboard, do Refinitiv Eikon, em um contraste com a seca e o forte calor que assolaram a soja entre dezembro e janeiro.

Apenas Mato Grosso, maior produtor nacional de milho, viu chuvas aquém do normal, porém deve voltar a receber bons volumes no início de abril.

"Os níveis de umidade atual e o adiantamento do plantio da segunda safra lançam prognósticos positivos quantos aos rendimentos das lavouras de milho... Tudo indica que já no mês de maio teremos as primeiras ofertas de milho inverno chegando no mercado", comentou o analista Aedson Pereira, da IEG FNP, destacando a possibilidade de colheita mais cedo neste ano.

Fonte: Reuters/G1 




Mantenha-se atualizado com o Agro KLFF

Cadastre-se e recebe diariamente as novidades do mercado

2016 Portal KLFF. Todos os direitos reservados.

Termos de uso. Política de privacidade.